quarta-feira, 3 de junho de 2020

Série de lives e livro lembram a trajetória do “maluco beleza” Raul Seixas


Nos 30 anos de sua morte, relembre 10 grandes momentos de Raul ...

A primeira live ocorre nesta quarta-feira (3/6) e tem presenças confirmadas de Cláudio Roberto, Rick Ferreira e Pedro Bial. Livro leva o selo da Martin Claret

Em comemoração aos 75 anos do nascimento de Raul Seixas, em 28 de junho de 1945, a Editora Martin Claret promove uma série de lives para celebrar o legado do "maluco beleza". Nesta quarta, a mediação será feita por Tiago Bittencourt, jornalista que, em 2017 lançou o livro O Raul que me contaram, baseado no programa Caminhos da Reportagem da TV Brasil. Já estão confirmadas as participações de Claudio Roberto, 3/6, Rick Ferreira, 10/6, e Pedro Bial, 17/6, às 20h, pelas redes sociais da editora, Instagram e Facebook.

A Editora Martin Claret foi fundada em São Paulo, no início da década de 1970, pelo empresário, editor e jornalista gaúcho Martin Claret. 


O Raul Que Me Contaram – A história do Maluco Beleza revisitada por um programa de TV
Leitor Compulsivo

O Raul que me contaram – A história do Maluco Beleza revisitada por um programa de TV pode ser encarado como uma biografia ou como uma série de entrevistas, mas acima de tudo é um relato pessoal sobre encontros com personagens que resgatam a jornada do cantor Raul Seixas pela vida.

O livro traz na íntegra as conversas com Cláudio Roberto, Jerry Adriani, Marcelo Nova , Roberto Menescal, Marco Mazoll, Sylvio Passos, Jay Vaquer, Tânia Menna Barreto, Kika Seixas, Vivian Seixas, entre outros. Há também figuras pouco exploradas no universo raulseixista. O Dr. Luciano Stancka conta sobre o comportamento do seu paciente famoso e quando o encontrou morto na cama. A prima Heloisa Seixas relembra as “traquinagens” de Raul quando criança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!