terça-feira, 19 de maio de 2020

A convivência entre as pessoas em época da pandemia do COVID-19

Coronavírus: pais com guarda compartilhada podem ser afastados dos ...
O isolamento social modificou completamente as relações entre as pessoas, seja no âmbito familiar, no campo profissional, - para quem tem que continuar trabalhando, - e até numa simples fila de supermercado ou padaria

As relações familiares foram intensificadas e o casal que trabalhava fora e, não raro, só se via pela manhã e à noite, agora está convivendo diuturnamente. Para o contato com entes queridos a solução são os meios digitais como as redes sociais e, na nova realidade, nunca se fez tanta chamada de vídeo para poder, pelo menos, ver a imagem de familiares e amigos na tela do celular.
A pandemia e as famílias
O tempo de convivência entre as pessoas da família está sendo um grande desafio para alguns, pois está exigindo maior equilíbrio emocional, mais empatia e, principalmente, mais equilíbrio e resiliência para lidar com os conflitos. Já para um outro grupo, essa está sendo uma oportunidade única de prazer e fortalecimento entre seus membros, poder brincar com os filhos e ouvir mais amiudemente o companheiro(a).

Aí desaguamos em duas vertentes. Uma, quando o grupo familiar se fortalece e se nutre com ótimos e salutares momentos e outra, quando começam a surgir conflitos que estavam “embaixo do tapete” ou “empurrados com a barriga”. Aí as coisas começam a ficar complicadas e merecem uma análise mais profunda.

Surge então a oportunidade para aproveitar o momento para “lavar a roupa suja”, como se diz na linguagem popular. Entretanto, é preciso muito equilíbrio emocional e capacidade de diálogo para a melhoria das relações e não para azedá-las de vez.

Como ficam os casais
Briga de família: como reestruturar o relacionamento familiar?
Conforme amplamente divulgado é fato de que na China o índice de divórcios aumentou consideravelmente após a pandemia. Porém, que lição podemos tirar disso?

Bem, primeiramente, devemos considerar que vários casais precisaram se deparar com os conflitos, insatisfações e relacionamentos fracassados que estavam se arrastando durante o período de quarentena. Mas, por que não aproveitar e realizar novas construções no relacionamento?

Os momentos conflituosos são oportunos para o diálogo, entendimento e mudanças de atitudes para restaurar a relação. Ao partir para os famosíssimos DRs (Discutir a Relação), há que se desarmar das mágoas e decepções e praticar a empatia para que se agregue valor e fortaleça as relações do casal, traçar novos planos e desfrutar de momentos construtivos que por certo virão.
Rede de contatos
Com o confinamento, milhões de pessoas passaram a estar sempre online e conectadas o tempo todo, o que exigiu uma dose extra de trabalho das empresas que fornecem o acesso à internet.

Esse movimento intensificou os contatos internos entre os profissionais das empresas pelo home office. Nesse sentido, os gestores e líderes estão precisando lidar com as ansiedades de seus colaboradores, além de atuar para aliviar as suas preocupações com resultados neste momento tão desfavorável.
Ambiente de trabalhoEntenda a doença causada pelo novo coronavírus | Universidade ...
Também não está sendo fácil a convivência entre aqueles que continuam trabalhando durante a pandemia, a exemplo dos funcionários de supermercados, postos de abastecimento, bancários, pessoal que atua no apoio e os que laboram na área de saúde, os quais estão sempre expostos à contaminação pelo vírus. Uma simples falta por motivo de força maior pode ser encarada como um “corpo mole” pelos demais colegas e descambar para uma deterioração do ambiente de trabalho.

Ainda não são poucos os casos de clientes e usuários dos serviços que se recusam a cumprir as normas de segurança, - uso da máscara, por exemplo, - gerando atritos com o pessoal encarregado de cumprir as normas exaradas.

Isto posto, verifica-se que todos os âmbitos estão carregados de emoções e essa crise está nos colocando a prova e sendo um desafio para cada um de nós nesse planeta.

Esperamos que o texto acima provoque uma reflexão que possa ajudar a entender o momento atual e chegar à conclusão que o ser humano é falho, mas em constante evolução. Estamos na mesma “vibe” e a esperança é que estejamos todos com saúde física e emocional ao final desse momento crítico que o mundo atravessa. #FiqueEmCasa

Euriques Carneiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!