quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Índios e comunidades isoladas do Norte Brasileiro correm risco de extinção


Resultado de imagem para comunidades indígenas isoladas no brasil
Apesar de virem sendo dizimados há séculos por fazendeiros, grileiros e madeireiros, - sempre sob o manto da impunidade, - sabemos que ainda existe no Brasil uma grande população indígena

Depois de mais de meio milênio de sofrimento, até hoje eles enfrentam muitos problemas como o risco de extinção devido a doenças e perda de terras. Outro problema é a invasão de madeireiros ilegais e fazendeiros em suas terras, que também trazem doenças ao povo indígena. Como seres humanos, os índios devem ter seus direitos respeitados e é por essa causa que a sociedade civil deve lutar!

Nas profundezas da floresta amazônica do Brasil vivem tribos que não têm contato com o mundo exterior. A Amazônia brasileira é lar para um grande número de tribos isoladas, mais do que em qualquer outro lugar no mundo. Segundo estudos, acredita-se que existam pelo menos 77 grupos de índios isolados na parte brasileira da floresta amazônica.

A decisão desses índios de não manter contato com outras tribos e não-índios é quase certamente resultado de anteriores encontros desastrosos e da contínua invasão e destruição de sua floresta.

Muito pouco se sabe sobre esses povos. O que sabemos é que eles desejam permanecer isolados: eles já dispararam flechas contra intrusos e aviões, ou simplesmente evitam o contato escondendo-se floresta a dentro. 


Resultado de imagem para comunidades indighenas isoladas no brasil - awá

Alguns, como os Awá, são caçadores-coletores nômades em constante movimento, capazes de construir uma casa dentro de horas e abandoná-la dias depois.Outros são mais sedentários, vivendo em casas comunitárias e cultivando plantações de mandioca e outros vegetais em clareiras na floresta, bem como praticando a caça e a pesca.

No Acre, estima-se que existam cerca de 600 índios pertencentes a quatro grupos diferentes. Eles vivem em relativa tranquilidade em vários territórios demarcados, que são praticamente intocados. É possível que 300 índios vivam isolados no território Massaco, em Rondônia.

No entanto, outros grupos isolados estão oscilando à beira da extinção com não mais que alguns indivíduos restantes. Esses pequenos grupos fragmentados que vivem principalmente em Rondônia, Mato Grosso e Maranhão são os sobreviventes da brutal grilagem de terras, quando foram alvejados e mortos por madeireiros, fazendeiros e outros. Hoje, eles ainda são deliberadamente caçados e suas florestas estão sendo rapidamente destruídas.

Todos são extremamente vulneráveis a doenças comuns como a gripe ou o resfriado que são transmitidas por pessoas de fora e para as quais os índios não apresentam resistência imunológica: esses são bons motivos para evitar o contato.

As tribos isoladas do Brasil devem ser protegidas e terem seus direitos à terra reconhecidos antes que elas, juntamente com as florestas das quais dependem, desapareçam para sempre.

Não ‘desconhecidas’
Resultado de imagem para comunidades indígenas isoladas no brasil

Existem tribos em todo o mundo que decidiram permanecer isoladas da sociedade nacional, ou mesmo de outros povos indígenas. Isso não significa que elas permaneçam ‘desconhecidas’ ou ‘inalteradas’. Muitas já são conhecidas e, por mais isoladas que se encontrem, estão sempre em constante adaptação a mudanças. Muitas tribos mantêm contato ocasional, por vezes hostil, com tribos vizinhas. As tribos isoladas têm conhecimento de outras sociedades ao seu redor. Grupos de indígenas vizinhos e a FUNAI muitas vezes conhecem o paradeiro aproximado de tais grupos.

Desde 1987, a FUNAI tem um departamento dedicado aos índios isolados, cuja política é fazer contato somente nos casos em que sua sobrevivência está em risco imediato. Caso contrário, nenhuma tentativa de contato é feita. Em vez disso, a FUNAI busca demarcar e proteger as suas terras dos invasores através de seus postos de proteção.

As tribos isoladas devem ter o direito de decidir se preferem viver em isolamento ou não. Mas, a fim de exercer esse direito, elas precisam de tempo e espaço para desempenhá-lo.

Elas só sobreviverão caso suas terras, às quais têm direito perante leis internacionais e nacionais, sejam protegidas. Deve-se deixá-las viver em paz, sem medo de extermínio e de contatos desastrosos. O contato só deve acontecer quando e onde as tribos isoladas decidirem que elas estão prontas para tal.

Fonte: https://comunidadesisoladas.wordpress.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!