terça-feira, 22 de maio de 2018

Os Bambas do Nordeste: décadas de sucesso sem abrir mão das suas raízes!


Resultado de imagem para os bambas do nordeste
Formada por adeptos do Forró Pé de Serra e fiel a Cultura Nordestina, Os Bambas do Nordeste se reescreve, mostrando alegria e boa música por onde passa

Decano da arte de tocar sanfona, André Galdino dos Santos, popularmente conhecido como Baio do Acordeon, se tornou uma lenda após ser descoberto por Luiz Gonzaga em Feira de Santana – BA e ser presenteado com uma das suas famosas Sanfonas Brancas. 


A imagem pode conter: 1 pessoa, tocando um instrumento musical

Na década de 60, Baio convidado por amigos para assistir uma apresentação do Rei do Baião no Campo do Gado em Feira de Santana, leva consigo uma sanfona, aproveitando o momento acompanha o Rei tocando seu fole. Luiz reconhecendo nele o talento de poucos lhe presenteia com uma Sanfona Scandalli Branca de 80 baixos, e assim, Baio passa a ser integrante da turnê.

Para quem não sabe, Gonzagão distribuiu mais de 200 sanfonas ao longo da sua longeva carreira. Sempre que ele chegava em uma localidade e percebia que um tocador talentoso usava um instrumento ruim, ele doava uma sanfona nova em folha.

Parceria com Jacinto Limeira
A imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas sentadas

Após ter o reconhecimento de Luiz Gonzaga, Baio do Acordeon foi convidado pelo compositor, instrumentista e cantor Jacinto Limeira para tocarem sob supervisão do Diretor Artístico da Gravadora CBS, formando assim o grupo Os Bambas do Nordeste que tinha em sua formação Baio (Acordeon), Binha (Triângulo) e Jorge (Zabumba). Dessa união com o Cantor Trombonista, - como era conhecido Jacinto Limeira, - foram duas décadas de amizade, 09 discos gravados e muitos arranjos utilizados em grandes canções.

Durante 06 anos, Baio foi sanfoneiro de um projeto que rendeu vários discos que reunia renomados artistas, denominado Caravana Pau de Sêbo, da “Gravadora CBS” que era composta na época por Abdias e sua Sanfona de Oito Baixos; Os 3 do Nordeste, Jacinto Limeira, Benedito Nunes, Marinês e sua Gente, Elino Julião, Messias Holanda, Edson Duarte, Marlene Vidal, Coronel Ludugero, Gennaro, Trio Nordestino e Jackson do Pandeiro, dentre outros.

Versão Século XXI
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé e área interna

Adepta do Forró Pé de Serra e fiel a cultura nordestina a banda de sucesso se reescreve, tendo hoje em sua composição principal Baio (Acordeon), Mattheus (Triângulo e Voz) e Vivaldo (Zabumba e Voz) deixando alegria por onde passa com seu jeito simples e encantando a todos, sempre que são requisitados, notadamente na Região de Feira de Santana e cidades circunvizinhas.

Um comentário:

  1. Muito obrigado Euriques Carneiro pela colher de cha no seu blog que é tão visto tanto no Brasil, quanto no exterior.

    Parabéns pelo excelente trabalho que vem executando, levando sempre matérias de extrema importância no meio da arte e cultura.

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!