sábado, 26 de maio de 2018

Drácula | De Vlad Empalador guerreiro ao Conde Drácula vampiro


Imagem relacionada
Vlad Drácula era um inimigo implacável, que no século 15 deteve o avanço do Império Otomano e envergava com orgulho uma alcunha hoje mundialmente famosa: Drácula

Ele era Vlad III da Valáquia, embora seus conterrâneos e inimigos tenham usado também o sinistro apelido de Tepes, "o Empalador", em romeno. Por uma série de acasos literários, esse príncipe virou sinônimo de vampiro sem ter nenhuma ligação com as criaturas da noite, mas o verdadeiro caráter do Empalador é quase tão misterioso quanto os desses seres: herói nacional, tirano sanguinário ou uma mistura improvável das duas coisas?

Personagem real x fictício
Resultado de imagem para vlad dracula - historia

Muitos mitos giram em torno de Conde Drácula. A maioria deles, falsos. Pra começar: ele não era um vampiro. Segundo, ele não morava na Transilvânia, mas sim em outra região da Romênia. Especificamente, no pequeno vilarejo de Arefu, no condado de Curtea de Arges, a cerca de 180 km da capital romena. Foi onde nasceu o príncipe Vlad III Dracul, que era na verdade um conde, mas fazia papel de príncipe.

Na época (século 15), Conde Vlad Dracul defendeu seu reino contra ataques do Império Otomano. Ele era governador da Valáquia, uma província no sul da Romênia. Ele matou milhares de inimigos de forma cruel, e ganhou uma reputação sombria. Apesar de ter resistido bravamente a invasão turca na Europa, ele foi derrotado pelos otomanos.

Contudo, em vez de se alimentar de sangue humano, Conde Vlad Dracul gostava mesmo era de empalar seus adversários. Para aqueles que se lembrar o que é o empalamento, vale lembrar que é uma técnica de tortura na qual pega-se uma estaca de madeira, de mais ou menos uns três metros, e a introduz em posição vertical no ânus do seu inimigo; ele eventualmente desliza estaca abaixo com o decorrer das horas, rompendo órgãos, sangrando, gritando de dor e, quase sempre, morrendo. Muitos inimigos sucumbiram desta forma nas mãos de Vlad, inclusive quem se voltou contra a corte. A fama era tão grande que o conde ficou conhecido como Vlad, O Empalador.

De Conde a Vampiro
Resultado de imagem para vlad dracula - historia

A cruel fama do conde inspirou o escritor irlandês Bram Stoker a escrever o conto "Drácula", publicado originalmente em 1897. Com isso, mais de quatro séculos após sua morte, Vlad O Empalador virou celebridade, graças ao seu alterego literário, o vampiro Conde Drácula.

Foi também Bram Stoker que tornou famoso o Castelo de Bran, na Transilvânia, associando o local ao Drácula. A fortaleza, construída em 1211, era parecida com a descrição do castelo do vampiro de Stoker, e foi interpretada como a real (ex)moradia de Drácula. Cerca de 700 mil turistas visitam o local todos os anos.

Ninguém sabe se Vlad chegou a conhecer o castelo de verdade, mas alguns especialistas garantem que O Empalador tenha ficado pelo menos por 10 dias como prisioneiro do rei da Hungria nos aposentos do recinto.

Sucesso nas telonas
Resultado de imagem para vlad dracula - historia

Embora tenha feito sucesso considerável como livro, a história do conde só atingiu mesmo o estrelato quando chegou ao cinema. A primeira encarnação de respeito do vampiro na tela grande veio com Nosferatu (1922), obra-prima do expressionismo alemão. O ator húngaro Bela Lugosi, por muitos considerado o melhor de todos os intérpretes vampirescos, fez a primeira versão hollywoodiana com Dracula (1931). A imagem do conde sensual e sedutor deu as caras pela primeira vez com um novo Dracula (1958), que consagrou o britânico Christopher Lee.

Nos anos 90, Francis Ford Coppola lançou seu estiloso e romântico Dracula de Bram Stoker, com Gary Oldman no papel-título e, pela primeira vez, referências explícitas ao Vlad Tepes histórico. Finalmente, não dá para deixar de citar a sátira Drácula: Morto, Mas Feliz, com Leslie Nielsen, de Corra que a Polícia Vem Aí. Em Hotel Transylvania, 2012, o vampiro ganhou uma versão mais simpática. 


A animação, mostra os conflitos e as relações pessoais do Conde Dracula dublado pelo ator Adam Sandler, com a sua filha Mavis dublada pela atriz Selena Gomez. Em 2014, Drácula: A História Nunca Contada, misturou história e ficção ao retratar um Vlad Dracula do século 15 que se transforma em vampiro para enfrentar os otomanos - e salvar toda a Europa de sua invasão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!