Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

sexta-feira, 2 de junho de 2017

História Hoje: Rádio Nacional de Brasília completa 59 anos


Resultado de imagem para radio nacional de brasilia -


O ano era 1958, Brasília era um grande canteiro de obras e a novidade vinha do ar com o inicio das operações da Rádio Nacional começava a operar

“Das vertentes amazônicas às coxilhas gaúchas, e dos contra- fortes andinos ao litoral atlântico, Brasília fará ouvir a sua voz”. Essas foram as palavras algo ufanistas e pretensamente proféticas do então presidente Juscelino Kubitschek na inauguração da nova emissora de rádio, que tinha como objetivo interligar a futura capital do país ao restante do Brasil.

A Rádio Nacional AM 980 de Brasília completou 59 anos na última quarta-feira (31). A emissora teve uma programação especial com a participação de historiadores, comunicadores, políticos e artistas que falaram sobre a relação da emissora com suas trajetórias e as contribuições da rádio para a cidade. Além disso, houve a inauguração da exposição que mostra o estúdio da emissora entre os anos 70 e 80.

A Rádio Nacional de Brasília foi inaugurada no dia 31 de maio de 1958, quando a cidade ainda estava em construção, iniciando as transmissões como forma de apoio à nova capital do país. A emissora era um dos principais meios de comunicação dos primeiros candangos. A partir da inauguração da capital, a emissora passou a funcionar no Setor de Rádio e TV, na quadra 701 sul. Logo no início, também começou a entrar em rede com a já veterana Rádio Nacional do Rio de Janeiro.
Resultado de imagem para radio nacional de brasilia - ditadura militar

Nos anos 1960, a comunicação brasileira vivia a chegada da TV, mas a Rádio Nacional conservava uma posição estratégica na transmissão de informações para os brasileiros. A Nacional transmitia em ondas curtas e médias, discutia a realidade do Brasil e integrava o país. Nos dias do golpe, abriu seus microfones para discursos em defesa da democracia, quando foi invadida pelos militares e teve 36 artistas e jornalistas demitidos.

Quando os milicos chegaram, encontraram a Rádio Nacional fora do ar, mas com a ajuda de técnicos, colocaram de novo no ar a emissora, que passou a ser “chapa branca” do dos militares e transmitir notícias favoráveis ao golpe.

Arquivos dos tempos da ditadura
Resultado de imagem para radio nacional de brasilia - medici

Há cerca de dois anos, está disponível para a população documentos da época da ditadura militar que fazem parte do acervo do Arquivo Público do Distrito Federal (ArPDF) e teve parcela oriunda dos arquivos da Nacional. Parte dos documentos foi produzida e recebida entre os anos 1963 e 1990 pelo Centro de Informações da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal.

O acervo está digitalizado e aborda o período da ditadura militar até a redemocratização brasileira. Antes o acesso era restrito por conter informações pessoais e sigilosas relativas segurança pública, censura e atividades de informação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!