Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Protocolo do Vaticano: apenas 7 mulheres no mundo podem usar branco na presença do Papa


Resultado de imagem para quem pode usar branco perto do papa

Assunto voltou à baila nesta semana com a visita do presidente americano, onde Ivanka e Melania Trump chamaram atenção por usarem vestimenta preta

Apesar de sua simpatia e descontração, Sua Santidade o Papa Francisco não pode quebrar o protocolo o tempo todo. Assim, em sua presença, segundo o protocolo está vetado o uso do branco: esse privilégio está reservado apenas a sete mulheres em todo o mundo.

A primeira-dama dos Estados Unidos, Melania Trump, e a filha de Donald Trump, Ivanka, usaram vestidos e véus pretos no último encontro com o Papa Francisco, no Vaticano, na última quarta-feira (24). Apesar do look das duas ter chamado bastante a atenção da imprensa, o vestuário faz parte de um protocolo do Vaticano para visitas de Estado ou audiências com o Papa.

A princesa, casada com o príncipe Alberto do Mônaco, é uma das sete mulheres que tem este direito, designado por “privilégio do branco”. Por ele, é permitido a princesas e rainhas católicas usar essa cor. Especialmente em encontros importantes no Vaticano, como audiências privadas, canonizações, beatificações ou missas especiais.

Exceções à regra

Resultado de imagem para quem pode usar branco perto do papa

Contudo, como toda regra há exceção, existem sete mulheres no mundo autorizadas a usar vestimenta branca na presença do Papa, revela o site TN Online. As mulheres com direito ao "privilégio do branco" (em italiano il privilegio del bianco) é válido para rainhas e princesas católicas. Mas não basta ser apenas católica, é preciso ter recebido o "Rex Catholicissimus", um título hereditário, se manter publicamente católica, ou então ser casada com um monarca católico.

As únicas mulheres que, atualmente, podem receber esta honra são a rainha Letícia da Espanha, a rainha emérita Sofia da Espanha, a rainha consorte Matilde da Bélgica e a rainha Paola da Bélgica, a grã-duquesa Maria Teresa de Luxemburgo, a princesa Marina de Nápoles e a princesa Charlene do Mônaco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!