sexta-feira, 31 de março de 2017

Atraindo cada vez mais brasileiros, Canadá se firma como destino global de imigrantes


Resultado de imagem para porque viver no canada?
Em um momento em que várias nações endurecem o controle migratório, o Canadá se firma como uma alternativa para brasileiros que buscam emigrar e há sinais de que a procura pelo país poderá se intensificar após a posse a política implantada por Donald Trump nos Estados Unidos
Os EUA não são mais o sonho dourado de grande parte dos brasileiros. Consultores especializados em imigração relatam um aumento no interesse pelo Canadá desde a eleição do americano, enquanto aspirantes a migrantes se dizem atraídos por suas políticas para atrair profissionais estrangeiros e possibilidades de regularização.

Mesmo antes da vitória de Trump, a migração brasileira para o Canadá já estava em alta. Segundo a agência canadense de imigração, refúgio e cidadania (CIC), 92,4 mil brasileiros pediram permissão para residir temporariamente no Canadá entre janeiro e setembro de 2016, e quase 90% das solicitações foram aprovadas.

O número é 10% maior do que o registrado no mesmo período do ano anterior e sobe pelo terceiro ano seguido. Nos últimos seis anos, brasileiros fizeram 549,5 mil pedidos de residência temporária no Canadá. Hoje brasileiros são a quarta nacionalidade que mais solicitam essa permissão, atrás de chineses, indianos e mexicanos.

Os pedidos de residência temporária de todas as nacionalidades somaram 2 milhões entre janeiro e setembro de 2016, alta de 13% em relação ao mesmo período de 2015 e sinal de que o Canadá se consolida como um destino global de imigrantes.

Os dados englobam pedidos de vistos de estudante, permissão de trabalho e de residência temporária, solicitados por muitos como um primeiro passo no processo de mudança definitiva. O processo, porém, pode se arrastar por vários anos e não há garantias de sucesso, o que pode forçar os requerentes a ficar renovando a permissão temporária, permanecer no país ilegalmente ou voltar ao país de origem.
Cautela com os EUA
Resultado de imagem para visto para estudar nos eua?

Na primeira semana como presidente, o americano ordenou a construção de um muro na fronteira com o México e a suspensão de verbas federais a cidades e Estados que se recusem a cooperar com a deportação de imigrantes. Trump também impôs restrições à entrada de cidadãos de sete países de maioria muçulmana e proibiu a recepção de refugiados sírios.

As ações contrastam com a postura do primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, que abriu as portas do país a cerca de 40 mil refugiados sírios desde que assumiu o cargo, no fim de 2015. No mesmo período, os Estados Unidos acolheram por volta de 13 mil sírios.

Após os anúncios de Trump e em clara resposta ao americano, Trudeau escreveu no Twitter que o Canadá daria as boas vindas "aos que fogem da perseguição, terror e guerra", e que os refugiados seriam acolhidos "independentemente de sua fé".
Visto de estudanteImagem relacionada

Ainda assim, o governo canadense costuma exigir que as famílias comprovem ter recursos para custear os estudos e a permanência, o que acaba filtrando os pedidos e favorecendo quem tem mais dinheiro. Segundo a assessora Maria João Guimarães, os gastos de um casal com estudos e despesas do dia a dia giram em torno de 45 mil dólares canadenses ao ano, ou cerca de R$ 107 mil.

Referência: www.bbc.com/portuguese

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!