Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Bolo do Bixiga volta para a festa de aniversário de São Paulo após 9 anos de ausência


Resultado de imagem para bolo do bixiga 2017

Tradição iniciada em 1986, o famoso bolo gigante, que acaba sendo consumido em minutos por centenas de pessoas, ficou 9 anos fora da comemoração por falta de patrocinadores, mas no retorno, foi confeccionado por moradores e comerciantes da Bela Vista e do Bixiga

O tradicional Bolo do Bixiga voltou a ser oferecido no aniversário de São Paulo neste dia 25 de janeiro de 2017. O famoso bolo gigante, que acaba sendo consumido em minutos por centenas de pessoas, ficou nove anos fora da festa por falta de patrocinadores.

Este ano, o bolo foi confeccionado por moradores e comerciantes da Bela Vista e do Bixiga, região central de São Paulo. “A cada ano a gente espera mais organização, e que o pessoal colabore, para curtir mais o aniversário dessa cidade linda que amo”, afirmou a auxiliar técnico em enfermagem Áurea Amélia Caviquioli, moradora do Bixiga há 37 anos. Ela também colaborou na montagem da mesa do bolo, que começou logo cedo na Rua Rui Barbosa.

O objetivo é igualar a quantidade de metros de bolo com a idade de cidade, mas, infelizmente, não foi possível alcançar os 463 metros. Thaís, entretanto, não perde a esperança. “É um primeiro passo para essa retomada, e ano que vem será melhor e maior.”

Com a proximidade da chuva, o bolo foi cortado pouco antes do meio-dia, após o “Parabéns pra você” tocado pela Banda da Polícia Militar, regida pelo maestro subtenente Edgar.

Tradição desde 1986
Resultado de imagem para bolo do bixiga 2017

A história do Bolo do Bixiga começou em 1986, quando São Paulo completou 432 anos. Idealizado por Armandinho Puglisi, inicialmente a festa era feita pela comunidade do bairro e cada morador levava um bolo. A ideia era que a cada ano o bolo igualasse em metros a idade da cidade.

O bolo do Bixiga entrou para o Guiness, o livro dos recordes, por conta de sua extensão e por ser consumido em cerca de 30 segundos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!