Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

sábado, 28 de janeiro de 2017

Assim como Daniela Mercury, Carlinhos Brown pode não desfilar no Carnaval de rua de SP e fala em discriminação


Resultado de imagem para daniela mercury e carlinhos brown - carnaval 2017

Comentando sobre o decreto do prefeito de São Paulo taxando blocos ‘estrangeiros’, Brown afirmou: "O que soou para nós é até como se não fôssemos bem-vindos [em São Paulo]"

O multifacetado compositor e músico baiano, tido o como o mestre dos timbales, Carlinhos Brown não sabe mais se tocará no Carnaval de rua de São Paulo. Depois de Daniela Mercury informar que não deve se apresentar na folia por causa da taxa cobrada a blocos não-paulistanos, Brown informou que se os R$ 240 mil estipulados pelo prefeito João Doria não forem revistos, o desfile do Black Rock será cancelado.

O músico explicou em entrevista que esta taxa não estava prevista e, portanto, não é coberta pelos patrocinadores. "Nesse momento, não tenho nenhuma condição de participar", completou. Brown também considerou a taxa discriminatória.

"Em Salvador não tem uma coisa de um bloco de fora ser mais caro do que o de dentro. A gente recebe todo mundo. O que soou para nós é até como se não fôssemos bem-vindos [em São Paulo]". O Black Rock desfilaria no dia 18 de fevereiro, com as tradicionais participações das bandas Sepultura e Angra, enquanto Daniela desfilaria no encerramento do carnaval, no dia 5 de março, entre as avenidas Rebouças e Consolação.

‘Pontes no lugar dos muros’
Resultado de imagem para daniela mercury e carlinhos brown - carnaval 2017
Jurado do The Voice, Brown alega que as receitas geradas com o Carnaval são “muito maiores do que essas taxas”. “É preciso pensar na cultura brasileira. O Carnaval não tem bairrismo. Chega de muros! Vamos abrir pontes.” O cantor ainda defende interferência do Ministério da Cultura no impasse.

Procurada, a secretaria municipal de Cultura informou que a taxa é cobrada apenas para os blocos de fora de São Paulo, que vão desfilar pela primeira vez na cidade e têm previsão de atrair milhares de pessoas. A pasta explicou ainda que a cobrança acontece quando os blocos estão programados para sair no período de pré-Carnaval.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!