segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Toni Erdmann é o grande vencedor do European Film Awards 2016


Resultado de imagem para toni erdmann - comédia

A comédia alemã “Toni Erdmann” foi uma das obras mais aplaudidas, este ano, no Festival de Cinema de Cannes e era um das favoritas à Palma de Ouro, que acabou por não ganhar

As personagens principais são um pai um pouco excêntrico e uma filha obcecada pelo trabalho. A filha vive em Bucareste. O pai decide fazer-lhe uma visita surpresa. Para conceber as personagens, a realizadora Maren Ade inspirou-se em atores que criaram alter egos, como o falecido ator norte-americano Andy Kaufman.

O radicalismo de Andy Kaufman, do ponto de vista dos papéis que ele encarou inspirou-me muito. Por outro lado, inspirei-me na minha família onde há muito humor. O meu pai tem sentido de humor. Uma vez ofereci-lhe um kit para humoristas, com dentes falsos, e ele usou-o durante muitos anos e continua a usá-lo de vez em quando”, afirmou Maren Ade.

A atriz Sandra Hüller afirma que houve situações inesperadas durante a rodagem. “Ninguém sabia como iria correr a rodagem, sabia os horários e o texto, conhecíamos os colegas, ensaiávamos muito e ninguém sabia o que iria acontecer. É como ter um filho”, disse a atriz alemã. O ator Peter Simonischek afirma que a realizadora é paciente mas exigente.

“Ela leva-nos até ao limite. Em Cannes falei com a pessoa que fez a legendagem e ela ficou impressionada e disse que nunca tinha trabalhado tanto na vida. Quem trabalha com Maren Ade, tem de estar preparado para fazer um grande esforço”, contou o ator austríaco.

A realizadora alemã venceu em 2009, o grande prêmio do júri, no Festival de Cinema de Berlim, pelo filme “Everyone Else”. O terceiro longa-metragem de Maren Ade venceu o prêmio da Federação Internacional de Críticos de Cinema, em Cannes e estreia, este verão, em várias salas de cinema europeias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!