segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Tapeçaria inspirada na obra de Tomie Ohtake é o destaque no Memorial da América Latina


Resultado de imagem para memorial da america latina - tomie ohtake

O Auditório Simón Bolivar, do Memorial da América Latina, será reinaugurado em dezembro de 2017, no local onde havia um painel com famosa obra de Tomie Ohtake, que foi destruída pelo incêndio que ocorreu em 2013

A tapeçaria de 800 metros, que estampava toda a lateral do auditório, será recriada e doada pela empresa Punto e Filo. Sobre sua tapeçaria em quatro cores, com área total aproximada de 800 m², a artista Tomie Ohtake declarou:

Pedir-me para escrever um depoimento sobre o painel que fiz para o Memorial é dizer um pouco sobre o óbvio, já que a sua proposta é extremamente simples e creio que o espectador a percebe com facilidade.

Quando Oscar Niemeyer convidou-me para fazer este painel ocupando toda a parede lateral interior do auditório do Memorial da América Latina, percebi que era um enorme desafio, porque havia as duas curvas que trocaram a tradicional base retangular por uma belíssima forma que eu não quis destruir, mas valorizá-la e, ao mesmo tempo, ter um trabalho meu que dissesse alguma coisa. O resultado a que cheguei procurou também manter a unidade plateia-palco-plateia.

O grande mural é um desenho com muitas linhas que se compõem numa grande forma, atravessando como num só gesto, todo o comprimento do auditório (…) Ver depois de pronto um painel com aquelas dimensões, feito em tapeçaria a partir de um desenho gestual, é uma grande emoção!”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!