Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

A ‘cara do Nordeste’, jornalista Francisco José lança livro contando fatos da sua carreira


Resultado de imagem para reporter francisco josé - livro


Há quatro décadas, sempre que a Globo anunciava uma reportagem sobre o Nordeste, lá estava Francisco José, cobrindo as festas tradicionais, as raras enchentes e, principalmente, as intermináveis e cíclicas estiagens

O jornalista Francisco José, há mais de 40 anos na Rede Globo, prepara-se para lançar um livro sobre sua carreira. A obra ‘40 anos no Ar’ conta as experiências e aventuras deste cearense, radicado em Pernambuco, que se tornou um dos jornalistas de maior destaque do Brasil. Ele pretende fazer o primeiro lançamento no Recife, em janeiro, e depois no Rio de Janeiro, Brasília e em São Paulo. Toda a renda do livro será destinada à Fundação Terra.

Vale lembrar que, em novembro, ele estava na Micronésia, país formado por mais de 600 ilhas no Oceano Pacífico, fazendo o seu programa de número 97 para o Globo Repórter. Em breve, atinge a sua meta pessoal de fazer o centésimo especial para o programa.

Mais que reportagens: denúncias


Durante muitos anos, foi o responsável pela cobertura da seca no Nordeste, acompanhando o drama de milhares de pessoas. Um dos personagens mais marcantes foi Dona Iraci, que trabalhava numa frente de serviço e tinha de andar 12 km para ir e voltar para casa, onde deixava seus dez filhos, a mais velha com 16 anos. Diz ele: “Denunciamos que aquele tipo de barragens que trabalhadores como dona Iraci faziam não adiantava nada. Mostramos que as soluções eram simples: poços artesianos, açudes que realmente captassem água, cisternas.”

Francisco José de Brito nasceu em 1944 na cidade do Crato, interior do Ceará. Formou-se em direito e especializou-se em marketing, mas o interesse pelo jornalismo levou-o a tornar-se repórter de vídeo, trabalhando principalmente para o Globo Repórter e o Jornal Nacional.

Projeto preservacionista


Desde 2006, Francisco José passou a apresentar o programa Nordeste, viver e preservar ao lado de Beatriz Castro e continuou sua trajetória de repórter especial, cobrindo temas relacionados à cultura, meio ambiente e lazer. Com destaque para um salto de bungee jump (esporte radical em que o praticante pula amarrado pelos tornozelos a uma corda elástica) na Nova Zelândia em 2010 e as séries Tesouros do Caribe (2011), Céus do Brasil: Caatinga (2012), Delta do Parnaíba (2013) e Sertões do São Francisco (2015) exibidas pelo Globo Repórter.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!