domingo, 6 de novembro de 2016

Monumento em homenagem ao compositor e maestro-arranjador Pixinguinha é inaugurado no Rio

Resultado de imagem para pixinguinha - monumento
Foi inaugurado hoje (6), em Ramos, zona norte da cidade do Rio de Janeiro, monumento em homenagem ao maestro, compositor e arranjador Alfredo da Rocha Vianna Filho, o Pixinguinha

Instalado na calçada do Bar da Portuguesa, frequentado pelo músico carioca, a obra é assinada pelo artista Ique Woitschach e foi confeccionada em bronze, pesa cerca de 400 quilos e mede 1,40m de altura.

Foi o primeiro maestro-arranjador contratado por uma gravadora no Brasil. Era um músico profissional quando boa parte dos mais importantes músicos eram amadores (os principais chorões eram funcionários públicos e faziam música nos horários de lazer). Pixinguinha foi antes de tudo um pesquisador de música, sempre inovando e inserindo novos elementos na música brasileira. Foi muitas vezes incompreendido, e apenas anos mais tarde passavam a dar o devido valor a suas invenções.


Trajetória
Resultado de imagem para pixinguinha - monumento

Pixinguinha foi um menino prodígio, tocava cavaquinho com 12 anos. Aos 13 passava ao bombardino e a flauta. Até hoje é reconhecido como o melhor flautista da história da música brasileira. Mais velho trocaria a flauta pelo saxofone, pois não tinha mais a firmeza e embocadura necessárias. Aos dezessete anos grava suas primeiras instrumentações, vindo a no ano seguinte gravar suas primeiras composições, nada menos que as pérolas Rosa e Sofres Porque Queres.

Em 1922 têm uma experiência que transforma significativamente sua música. Um milionário patrocina a viagem de Pixinguinha e de seu grupo Os 8 Batutas para uma turnê européia. A temporada em Paris que deveria ser de um mês dura seis, tendo que ser interrompida devido a compromissos já assumidos no Brasil. Na Europa Pixinguinha trava contato com a moderna música européia e com o jazz americano, então moda em Paris.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!