sábado, 22 de outubro de 2016

O Teatro Castro Alves em Salvador recebe duas grandes vozes da música popular brasileira, Elba Ramalho e Geraldo Azevedo


Resultado de imagem para elba e geraldo azevedo - historia

Após vários encontros e trabalhos realizados juntos Elba Ramalho e Geraldo Azevedo se reencontram em belíssimo show na Concha Acústica do Teatro Castro Alves em Salvador

O show promete trazer releituras de sucessos como “O Ciúme”, “O Princípio do prazer”, “Chão de Giz” entre muitos outros grandes sucessos.


Sóbrio, o trabalho investe em violino, flauta e outros instrumentos orquestrais do grupo armorial SaGrama e do quarteto Encore, ambos de Pernambuco. O percussionista Naná Vasconcelos e o cantor Marcelo Jeneci participam do projeto que reúne canções de artistas como Chico Buarque, Caetano Veloso e Geraldo Azevedo, com quem Elba se apresenta amanhã, no TCA (com ingressos esgotados), e sexta, em Feira de Santana.

“Mais uma vez, Elba reinventa, redescobre e reverbera. É um espetáculo matriz. É uma aula de história da música de Gonzaga, mas não é só...”, elogia o cantor pernambucano Lenine, na apresentação de Cordas, Gonzaga e Afins.

Encontro afetuoso


Juntos, Elba Ramalho e Geraldo Azevedo gravaram três edições do quarteto Grande Encontro, com os amigos Zé Ramalho e Alceu Valença, com quem viajaram o mundo, venderam milhares de discos e ganharam diversos prêmios.

Quando Elba lançou seu primeiro disco, Ave de Prata, reuniu uma constelação de renomados músicos como Jaques Morelembau, Jackson do Pandeiro, Robertinho do Recife e, entre eles, estava Geraldo Azevedo com seu inigualável violão. 

A cantora tem entre seus grandes sucessos na carreira, várias composições de Geraldinho e, entre eles, é perceptível uma simbiose perfeita entre compositor e cantora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!