terça-feira, 4 de outubro de 2016

04 de outubro: dia do Rio São Francisco ou simplesmente, o “Velho Chico”


Resultado de imagem para curiosidades culturais do rio são francisco

Pode um rio fazer aniversário? Se for o Velho Chico, pode. Nesta data, 04 de outubro, em que se celebra o dia do Rio São Francisco, mais do que nunca é necessário e urgente refletir sobre a relação do rio com o conjunto de bacias hidrográficas que contribuem para a sua grandeza cultural, econômica e social

Há décadas vem-se denunciando os diversos crimes que vêm sendo cometido contra o rio São Francisco, nos seus mais de 2700 km de extensão. Guindado à condição de estrela da última novela da Globo, muito se falou, muito se denunciou, mas a verdade é que muito pouco foi feito pela sua preservação. 

Os mais alarmistas já vaticinaram sua morte há muitos anos e os mais céticos acham que o Velho Chico resistirá a todos os malefícios contra ele perpetrados. Sob a minha visão de leigo, acho que ele ainda não morreu, mas se nada for feito nos próximos anos, ele não passará de um riacho fétido em um interregno muito menos dos que se pensa.

Permeando localidades prosperas e outra à beira da miséria, o “Velho Chico” é um dos mais importantes rios do Brasil. Da sua nascente, em Minas Gerais, até o encontro com o mar, ele passa compondo a paisagem de diversas regiões dos estados da Bahia, Minas Gerais, Pernambuco, Sergipe e Alagoas, serpenteando por mais de 500 municípios e comunidades e influenciando a vida 14,2 milhões de pessoas.

Euriques Carneiro

Resultado de imagem para curiosidades culturais do rio são francisco
Com uma extensão tão longa e passando por tantas comunidades de hábitos e costumes diferentes, nada mais natural que surjam as mais variadas lendas e curiosidades a respeito do rio São Francisco. Vejamos algumas delas

1. Em 4 outubro de 1501, o explorador italiano Américo Vespúcio recebeu autorização para fazer um levantamento do interior de nosso país. Ao deparar com um belo rio cristalino, decidiu batizá-lo com o nome de São Francisco, o santo daquele dia.

2. O rio, com mais de 2700 km de extensão, é quase a distância entre São Paulo e João Pessoa, na Paraíba.

3. O Rio São Francisco é o maior rio inteiramente brasileiro (que nasce e morre dentro do país). Por isso, ganhou o apelido de Rio da Integração Nacional.

4. No cânion do São Francisco, entre as cidades de Paulo Afonso (BA) e Piranhas (AL), fica a maior concentração de usinas hidrelétricas do Brasil - 9 ao todo, num trecho de apenas 70 quilômetros.

5. O São Francisco corta 504 municípios em cinco Estados: Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Alagoas e Sergipe.

6. O rio recebe água de 168 afluentes (90 na margem direita e 78 na esquerda). Entre eles, estão os rios Paraopeba, Abaeté, Jequitaí, Paracatu e Urucuia.

7. A nascente do "Velho Chico" fica em Minas Gerais, na Serra do Canastra, a 1200 metros de altitude.

8. Os habitantes das margens do rio acreditam que, nas profundezas do São Francisco, mora o "Caboclo d’água", ou "Nego d’água", que tem pelos no corpo todo, menos na cabeça. Os pescadores que não o agradam com fumo e cachaça não conseguem pescar nada, já que o caboclo afasta os peixes.
Resultado de imagem para caboclo d'água do rio são francisco

9. Outro habitante do rio é o "Mão Pelada". Ele tem a mão em carne viva e sai do rio durante a noite para beber o sangue das pessoas. Diz a lenda que o sangue da criatura cura a lepra e o reumatismo.

10. Mais uma lenda fala sobre o sono do rio. À meia noite, o rio se acalma. Se seu sono não for respeitado, enfurece e pode virar barcos e canoas, além de alagar povoados. Durante as madrugadas, as almas dos afogados vão para as estrelas, a Mãe d’água enxuga os cabelos sentada nas pedras, os peixes descansam no fundo do rio e as cobras perdem seu veneno.

11. O rio São Francisco atravessa regiões com condições naturais das mais diversas. As partes extremas superior e inferior da bacia apresentam bons índices pluviométricos, enquanto os seus cursos médio e sub-médio atravessam áreas de clima bastante seco. Assim, cerca de 75% do deflúvio do São Francisco é gerado em Minas Gerais, cuja área da bacia ali inserida é de apenas 37% da área total.

12. Com seus quase 2.800 km de extensão, e drenando uma área de aproximadamente 641.000 km2, o rio São Francisco nasce no estado de Minas Gerais, na Serra da Canastra, desemboca no Pontal do Peba, no Oceano Atlântico, entre Sergipe e Alagoas.
Resultado de imagem para pontal do peba alagoas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!