segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Orquestra Filarmônica de Hamburgo | Concertos em SP hoje, 26 e amanhã 27, são oportunidades imperdíveis de ouvir umas das maiores orquestras do planeta


Resultado de imagem para filarmonica de hamburgo - concerto

A Orquestra Filarmônica de Hamburgo faz, nos dias 26 e 27, na Sala São Paulo, dois concertos dedicados à música germânica. O grupo será regido por Kent Nagano, nome estelar da regência internacional, e terá como solistas o violoncelista Gautier Capuçon e a mezzo-soprano Mihoko Fujimura

Em continuidade à agenda de intercâmbios com músicos das principais orquestras de todo o mundo, o Instituto Baccarelli retoma, em 27 de setembro, às 10h, sua programação de masterclasses. Dessa vez, consagrados concertistas da Orquestra Filarmônica de Hamburgo chegam à instituição de Heliópolis, em São Paulo, para uma manhã de aulas para alunos de violino, viola, violoncelo, contrabaixo, flauta, clarinete, tímpanos e percussão.

De acordo com o diretor de Relações Institucionais do Baccarelli, Edmilson Venturelli, esta iniciativa não se restringe aos alunos da entidade (distribuídos em diferentes núcleos musicais), sendo aberta a alunos de outras instituições. Venturelli destaca, ainda, que a masterclass é uma oportunidade única para os estudantes estabelecerem esse contato mais estreito com músicos que representam o ápice da excelência no contexto internacional da música erudita.

Para assistir como ouvinte, o interessado deve enviar e-mail paraeventos@institutobaccarelli.org.br até três dias antes da apresentação, indicando nome completo e a atividade em que gostaria de participar.

Masterclass

No âmbito da música erudita, a masterclass é uma atividade pedagógica paralela à rotina de ensaios e apresentações. Trata-se de um momento raro na vida do artista em que, numa atmosfera de camaradagem e cumplicidade entre músicos experientes e estudantes, os intérpretes sentem-se à vontade para colocar em prova conhecimentos e técnicas, compartilhando detalhes de sua personalidade musical e sua metodologia de estudo e, sobretudo, os estudantes podem assimilar as experiências acumuladas por músicos que, já atuantes e estabelecidos na cena musical, compartilham suas trajetórias.

Em sua proposta de intercâmbio pedagógico, o Instituto Bacarelli já promoveu masterclasses com orquestras e músicos os mais prestigiados da cena clássica internacional. Entre eles, as Filarmônicas de Viena e Bremen, Yo-Yo Ma, Julian Rachlin, Joshua Bell, Zubin Mehta, Emmanuel Pahud, Thomas Dausgaard, Peter Gülke, Frank Shipway, Yutaka Sado, Marin Alsop, Marcello Giordani, Katarina Andreasson, Antonio Meneses e Kim Bak Dinitzen, entre outros.

Orquestra Filarmônica de Hamburgo


Fundada em 1828, a Filarmônica de Hamburgo está presente em quase todas as produções de ópera e de balé desta que é uma das mais importantes cidades alemãs, mantendo, além disso, uma agenda própria de concertos (cerca de 30 por temporada). Kent Nagano, diretor musical da Sinfônica de Montreal e principal regente convidado da Sinfônica de Gothenburg, assumiu, em 2015, a direção da Ópera e da Filarmônica de Hamburgo, tendo escolhido a obra As Troianas, de Berlioz, para o espetáculo de sua estreia no comando da orquestra.

Instituto Baccarelli


Em 1996, sensibilizado por um incêndio de grandes proporções em Heliópolis, o maestro Silvio Baccarelli prontificou-se a ensinar música para 36 crianças e jovens da comunidade, como forma de diminuir o sofrimento das famílias atingidas e contribuir para a autoestima e possibilidade de educação desses menores. Como o bairro da zona sul paulistana não dispunha de local apropriado para as atividades, o maestro cedeu o próprio imóvel, o Auditório Baccarelli (localizado na Vila Clementino), para dar início às aulas.

Dos participantes desse estágio inicial, dois ex-integrantes do coral que o maestro regeu por várias décadas em São Paulo permaneceram à frente do Instituto: os irmãos Edmilson e Edilson Venturelli. Além da gestão executiva e da imagem institucional, eles foram os responsáveis pelo desenvolvimento das diferentes atividades da entidade – como encontrar o atual regente da Orquestra Sinfônica Heliópolis, Isaac Karabtchevsky – e ampliar significativamente a dimensão da instituição de ensino.

Hoje, 1.300 menores são beneficiados pelos programas socioculturais, que abrangem cinco orquestras, 14 corais, 20 grupos de musicalização, seis grupos de câmara e duas cameratas. Para a manutenção de suas atividades, o Instituto Baccarelli conta com os seguintes patrocinadores, distribuídos por categorias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!