quarta-feira, 20 de julho de 2016

Dia do Amigo e da Amizade: bom mesmo seria se celebrássemos a verdadeira amizade em todos os dias do ano!


Em um mundo onde se dá um valor exacerbado aos bens materiais e valores absolutamente fúteis, a sociedade bem que podia deixar de lado a vaidade e cultivar o hábito de angariar e manter bons amigos celebrando verdadeira e diariamente o Dia do Amigo e da Amizade

No dia 20 de julho comemora-se o Dia do Amigo e da Amizade. Esta data tão especial faz com que a maioria das pessoas expresse afeto e parabenize os fiéis companheiros de balada, de escola, de internet, de igreja e de bairro. As grandes amizades fazem toda a diferença, tanto nos momentos de alegria como nos de tristeza, pois um verdadeiro amigo é aquele que está sempre disposto a se doar, a compartilhar momentos e amenizar as dificuldades.

Um amigo de verdade é sempre a melhor companhia, pois garante um ombro para chorar, desperta o sorriso em um rosto triste, serve de confidente e faz com que momentos bobos se tornem especiais. Não precisaria existir exatamente um dia para homenagear ou expressar carinho por um amigo, afinal, este contentamento de tê-lo por perto é uma atitude digna de todos os dias.

Origem do Dia do Amigo e da Amizade 


A ideia de estabelecer um Dia Internacional do Amigo partiu de um
dentista argentino, Enrique Febbaro.

Inspirado pela corrida espacial, que estava a toda na década de 60,
ele decidiu prestar uma homenagem à humanidade por seus esforços em estabelecer vínculos para além das fronteiras do planeta.

Divulgou durante um ano o lema "meu amigo é meu mestre, meu discípulo e meu companheiro" e, com a chegada do homem à Lua em 20 de julho de 1969, escolheu a data para promover uma festa dedicada à amizade.

A comemoração se tornou oficial em Buenos Aires (Argentina) com o Decreto nº 235/79. Aos poucos, ela foi adotada em outras partes do mundo.

Para homenagear todos os amigos que nos acompanham aqui no Artecultural, deixo abaixo uma mensagem que tomei a liberdade de pegar emprestado de Renato Teixeira:


Amizade Sincera

(Renato Teixeira)

Amizade sincera é um santo remédio
É um abrigo seguro
É natural da amizade
O abraço, o aperto de mão, o sorriso
Por isso se for preciso
Conte comigo, amigo disponha
Lembre-se sempre que mesmo modesta
Minha casa será sempre sua
Amigo, os verdadeiros amigos
Do peito, de fé
Os melhores amigos
Não trazem dentro da boca
Palavras fingidas ou falsas histórias
Sabem entender o silêncio
E manter a presença mesmo quando ausentes
Por isso mesmo apesar de tão raros
Não há nada melhor do que um grande amigo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!