sexta-feira, 22 de julho de 2016

Depois da “Escolinha do Professor Raimundo” , é a vez de “Os Trapalhões” ganhar nova versão



O programa humorístico “Os Trapalhões”, que estreou há 40 anos na Globo, com os célebres Didi Mocó, Mussum, Dedé e Zacarias, ganhará uma releitura com lançamento previsto para 2017

Vivendo um período de vacas magras, principalmente nos programas de humor da sua programação, a Globo prepara um remake de “Os Trapalhões“, que em 2017 completará 40 anos de sua criação. O humorístico fez grande história na TV na época em que foi exibida, nas noites de domingo, sendo ainda lembrada por muitos até os dias de hoje.

Conforme informações, o diretor Ricardo Waddington desenvolve um projeto de releitura do programa, só que com outros atores para viverem os protagonistas. Na nova versão, o papel de Didi, personagem vivido pelo grande Renato Aragão, será encarnado por Rodrigo Sant’Anna. Mussum será vivido pelo filho, Mussunzinho e os atores que darão vida aos papéis de Dedé Santana e Zacarias ainda estão sendo analisados e sondados.

A ideia de Waddignton é produzir cerca de 12 episódios, e Renato Aragão participará do especial e já deu o seu aval para o novo “Os Trapalhões”.

História

O primeiro quarteto de Trapalhões era formado por Wanderley Cardoso (ele mesmo, o cantor da época da Jovem Guarda), Ted Boy Marino, Ivon Cury e Renato Aragão.

O nome Os Trapalhões começou a ser usado na TV Tupi, em 1 973. Ele foi mantido quando os comediantes estrearam na Globo em 1 977. Os Trapalhões era transmitido antes do programa dominical Fantástico. O sucesso de Os Trapalhões foi tamanho que o quarteto formado por Didi, Dedé, Mussum e Zacarias virou história em quadrinhos.

Com as mortes de Mussum e Zacarias e o fim definitivo de Os Trapalhões, Renato Aragão só voltou a TV em 1 997 com a série Renato Aragão Especial. Mais tarde, ele protagonizou a série dominical A Turma do Didi.

Dos 10 filmes mais vistos da história do cinema brasileiros, quatro são dos Trapalhões. São eles: O Trapalhão nas Minas do Rei Salomão, O Saltimbanco Trapalhão, Os trapalhões na Guerra dos Planetas e Os Trapalhões na Serra Pelada.

Bordões


“Só no Forévis”, o jeito de falar de Mussum surgiu no Escolinha do Professor Raimundo – do qual ele participava –, programa comandado por Chico Anysio. “Só no Forévis” acabou sendo o título de um álbum do grupo de rock Raimundos.

Os bordões mais famosos de Didi Mocó: “Ô da poltrona”,” Som na caixa”, “Ô, psit”, “Audácia da Pilombeta”. “ Eu sô muito macho”, “É fria”, “ Bicho bom”, “Nem morta, filha”, “Pó pará”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!