sábado, 2 de julho de 2016

'Abaporu', ícone do Modernismo brasileiro, foi pintado em 1928, estará exposto no Brasil a partir de 02 de agosto



Uma das obras mais famosas da arte brasileira, o quadro "Abaporu" (1928), de Tarsila do Amaral, voltará ao país após anos cinco anos para uma exposição inédita, a partir do próximo dia dia 02 de agosto

Os brasileiros terão a chance de rever o Abaporu a partir do dia 2 de agosto, na mostra "A Cor do Brasil", montada no Museu de Arte do Rio de Janeiro, cidade que receberá os Jogos Olímpicos de 2016.

Os curadores da exposição, Paulo Herkenhoff, Marcelo Campos e Clarissa Diniz conseguiram fechar um acordo para trazer o Abaporu ao Brasil, assim como outras obras de artistas nacionais, como Portinari, Di Cavalcanti e Volpi. "A Cor do Brasil" ficará em cartaz até 9 de outubro. Em março de 2011, o "Abaporu" foi emprestado pelo Malba para integrar a exposição "Mulheres, Artistas e Brasileiras", no Palácio do Planalto, em Brasília.

História do quadro


Este é o quadro mais importante já produzido no Brasil. Tarsila pintou um quadro para dar de presente para o escritor Oswald de Andrade, seu marido na época. Quando viu a tela, assustou-se e chamou seu amigo, o também escritor Raul Bopp. Ficaram olhando aquela figura estranha e acharam que ela representava algo de excepcional. Tarsila lembrou-se então de seu dicionário tupi-guarani e batizaram o quadro como Abaporu.

A obra, uma de suas obras mais conhecidas e um ícone do Modernismo brasileiro, foi pintado em 1928. O nome é proveniente da língua Tupi e significa aba (homem), pora (gente) e ú (comer), significando "homem que come gente".

Técnicas de pintura de Tarsila do Amaral - Pintura em Óleo Sobre Tela e Cores Vivas; - Sua técnica de pintura mais usada é a Pintura Lisa com influências do modelado legeriano; - Técnica de Estética fora do Padrão - Teve também influências do cubismo (formas geométricas nas pinturas).

Em terras portenhas


O quadro Abaporu foi vendido no ano de 1995 para o argentino Eduardo Constantini por 1,5 milhões de dólares e encontra-se exposto no MALBA (Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires).

Em março de 2011, o Abaporu esteve no Brasil, emprestado pelo MALBA para integrar a exposição "Mulheres, Artistas e brasileiras", realizada no Salão Oeste do Palácio do Planalto, em Brasília, que reuniu 80 obras do século XX, pertencentes a 49 artistas mulheres do Brasil. Esta iniciativa consistiu em uma homenagem ao mês da mulher.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!