sábado, 25 de junho de 2016

“Poesia e Prosa com Maria Bethânia” é o programa que será comandado pela cantoria baiana a partir de 03 de julho


Com tanto programa execrável na TV brasileira, eis que surge um ponto fora da curva: no dia 3 de julho, às 22h, estreia no canal Arte 1 o programa “Poesia e Prosa com Maria Bethânia”, onde ela receberá convidados do universo acadêmico e musical para fazer um resgate da poesia nacional 

A atração traz a cantora e compositora Maria Bethânia recebendo convidados do universo acadêmico e musical para fazer um resgate da arte de declamar poemas. A série da produtora Cine Group tem quatro episódios, nos quais Bethânia emociona ao debater e desvendar poesias. O projeto democratiza a escrita poética ao levar para lares de todo o país debates sobre as obras de Clarice Lispector, Guimarães Rosa, Castro Alves e João Cabral de Melo Neto. A produção conta com direção geral de Mônica Monteiro e foi executada com recursos do canal Arte 1, do Grupo Bandeirantes.

Caio Carvalho, diretor executivo do canal, explica que o “Poesia e Prosa com Maria Bethânia” promove um diálogo entre diferentes tipos de artes. É levar para o público brasileiro algo que está presente mais na sala de aula, mas com uma linguagem que ultrapassa o caráter acadêmico e torna a poesia sedutora e acessível a todos: “Foi um privilégio para o canal Arte 1 abrir a sua tela para a arte da poesia e da prosa com Maria Bethânia recebendo seus convidados especiais com toda sua alma e talento.”

Convidados ilustres

Juntar artistas que fazem raras aparições, principalmente em programas de televisão, com acadêmicos _especialistas nas obras dos poetas retratados_ mostra a força que “Poesia e Prosa com Maria Bethânia” nos cenário musical e literário. O programa nasceu principalmente da vontade de Bethânia em levar expressões artísticas distintas para todos os cantos, promovendo conhecimento cultural e acadêmico em uma única experiência.

A historiadora Heloisa Starling trabalhou na idealização e coordenação da pesquisa da série. “‘Poesia e Prosa com Maria Bethânia’ apresenta a arte de bem cuidar da palavra poética no Brasil. A televisão brasileira vai reunir pela primeira vez compositores, especialistas em literatura brasileira, intelectuais e professores em torno de Maria Bethânia com uma só intenção: explorar os caminhos que fazem a poesia circular livremente entre o livro e a canção, entre a prosa literária, a poesia da canção e o poema escrito. 

É preciso que os brasileiros se sintam cada vez mais próximos dos escritores, dos poetas, dos compositores populares. A cantora diz ‘os nomes dos poetas populares deveriam estar na boca do povo’. Ela tem razão. Para estar na boca do povo, a poesia também precisa ser transmitida pela TV. Maria Bethânia é hoje a mais requintada intérprete do Brasil, capaz de explorar, por meio da voz e da interpretação, com talento e audácia, as possibilidades de nossa língua poética. Quem melhor do que ela para levar poesia à casa dos brasileiros?”, comenta a pesquisadora.

O programa de TV é inspirado no “Caderno de Poesias” (Editora UFMG), lançado pela cantora em dezembro do ano passado. O livro reúne poemas, canções e textos literários selecionados por Maria Bethânia e ilustrados com obras de renomados artistas plásticos brasileiros.

A cada programa

A estreia traz o músico Caetano Veloso, irmão de Bethânia, e a professora da USP (Universidade de São Paulo) Nádia Gotlib falando da linguagem, delicadeza e percepção da escritora Clarice Lispector (1920-1977). Nádia é biógrafa de Clarice Lispector. O programa contará ainda com o depoimento do artista plástico e pesquisador Roberto Corrêa dos Santos. Ele é professor da UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) e organizador dos livros “As Palavras” e “O Tempo”, baseados na obra de Clarice Lispector. Bethânia interpreta trechos de contos e crônicas da escritora, como “As Três Experiências” e “Maio, a Perigosa Yara”. A cantora e Caetano interpretam ainda canções compostas para o espetáculo apresentado por Bethânia nos anos 1980, inspirado no livro “A Hora da Estrela”. Cada programa tem meia hora de duração.

O segundo programa é sobre a obra de Guimarães Rosa (1908-1976). O escritor revelou um sertão mágico por meio da sua linguagem e realizou uma das obras mais significativas da literatura brasileira: “O Grande Sertão: Veredas”. Embaixador, historiador e membro da Academia Brasileira de Letras, Alberto da Costa e Silva participa da conversa ao lado do cantor e compositor Paulo César Pinheiro, autor de “Matita Perê”, clássico da música brasileira, inspirado na obra do poeta. O programa contará com depoimentos do escritor moçambicano Mia Couto e da escritora e pesquisadora Ana Maria Machado.

No terceiro episódio, é a vez de visitar o trabalho de João Cabral de Melo Neto (1920-1999). O poeta não se interessava por uma poesia que expressasse os seus sentimentos, mas que despertassem sentimentos no leitor. O professor Wander Miranda, que dá aulas de teoria literária e literatura comparada na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e o cantor, compositor e escritor Chico Buarque de Hollanda são o convidados da edição. Ainda bem jovem, Chico fez algo impensável na época e musicou trechos do poema “Morte e Vida Severina”, de João Cabral de Melo Neto.

A série é encerrada com Bethânia recebendo Alberto da Costa Silva, a professora de história e filosofia do colégio estadual Vicente Jannuzzi (RJ) Vânia Aparecida e o cantor e compositor Jorge Mautner para falar de Castro Alves (1847-1871), poeta que teve uma vida breve e intensa, morrendo aos 24 anos. “Navio Negreiro”, sua principal obra, descreve os horrores da escravidão. Bethânia recita esse poema e outros da fase romântica do escritor, como “Adormecida”. Ao lado de Mautner, ela entoa “Negro Blues.”

“Poesia e Prosa com Maria Bethânia”

Estreia: 3 de julho, às 22h


Fonte: Notícias de Fato

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!