quarta-feira, 4 de maio de 2016

Festival Nacional da Seresta começa hoje na Praça do Arsenal, no Recife e vai até o próximo dia 07



Entre os dias 7 e 10, a Praça do Arsenal, no Recife Antigo, receberá o 20º Festival Nacional de Seresta, aonde 20 atrações irão se apresentar. Para cada noite, um tema foi escolhido: Jovem Guarda, Grandes Vozes, Anos 70 e Dia das Mães

O Festival Nacional da Seresta está chegando à sua vigésima segunda edição como evento já consagrado no calendário festivo do Recife Antigo. Os shows começam hoje, 4 de maio e terminam no dia 7, ou, como preferem os aficionados, “na madrugada do Dia das Mães”.

Com estrutura montada na Praça do Arsenal, a Seresta deste ano também sofreu os efeitos da crise, com a redução de recursos e, consequentemente, uma programação ‘menos nacional’ e ‘mais local’, dando oportunidade a artistas pernambucanos como Gerlane Lops, Edilza Aires, Los Cubanos, Som da Terra, Trepidant’s, além dos ‘habitués’ Augusto César, Mozart, dentre outros.

Seresteiros ‘pero no mucho’

Mas a crise não consegue afastar os cantores que são ‘a cara da Seresta’, como Agnaldo Timóteo, Adilson Ramos e Altemar Dutra Jr, mas também pegaram carona figuras do chamado “estilo brega” das décadas de 70 e 80, como Gilliard, Fernando Mendes, Almir (ex-Fevers), Leonardo Sullivan que compõem a grade de programação pelo repertório pra lá de romântico, mas de gosto algo duvidoso.

Dentro dessa linha, certamente a plateia vai ouvir “Verdes campos da minha terra”, “Aquela nuvem”, “A desconhecida”, “Você não me ensinou a te esquecer”, “Sonhar contigo”, “Mar de rosas”, “Memórias”, “Sentimental demais”, etc.

Mas tem uma novidade: Vanusa, a cantora que começou a aparecer já no final da Jovem Guarda e fez muito sucesso nos anos 70 como ícone das causas feministas e bastante paparicada pelo grupo LGBT. Vanusa está fazendo uma temporada de bastante sucesso no Teatro Cacilda Becker, em São Paulo, e vem cantar na primeira noite da Seresta. No repertório da ‘galega’ não podem faltar “Pra nunca mais chorar”, “Mensagem”, “Manhãs de setembro”, “Eu sobrevivo” e “Paralelas”, sucessos que marcaram a carreira de Vanusa.

Os shows começam pontualmente às 8h da noite e, geralmente, terminam pouco mais da meia-noite. Confira a programação:

4 de maio, quarta:
Noite da Jovem Guarda
20h00 – Mozart
21h00 – Roberto Carlos Cover
22h30 – Vanusa
24h00 – Almir (ex-Fevers)

5 de maio, quinta:
Noite dos anos 70
20h00 – Augusto César
21h00 – Som da Terra (no Meio do Mundo)
22h30 – Fernando Mendes
24h00 – Gilliard

6 de maio – sexta:
Noite do Bolero
20h00 – Trepidant’s
21h00 – Altemar Dutra Jr
22h30 – Agnaldo Timóteo
24h00 – Adilson Ramos

7 de maio – sábado:
Noite das Mães
20h00 – Josildo canta Lupicínio
21h00 – Edilza canta Maysa
22h00 – Leonardo Sullivan
23h00 – Almir canta Capiba

24h00 – Los Cubanos

Serviço:
Festival Nacional da Seresta
4 a 7 de maio de 2016
Praça do Arsenal – Recife/PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!