terça-feira, 31 de maio de 2016

Caixa Cultural traz a Salvador o projeto "Cordelizando” que conta com artistas de cordéis e xilogravuras







O projeto “Cordelizando” tem a proposta de aproximar a literatura de cordel ao público de Salvador, através de músicas, recitais e bate-papos poéticos com os artistas mais renomados do Nordeste, como: J.Borges, Bule Bule, Maviael Melo e Zimaldo Melo


O projeto “Cordelizando”, evento que contará com artistas de cordéis e de xilogravuras, será realizado na Caixa Cultural, em Salvador, entre 17 e 19 de junho, com entrada gratuita. O evento será realizado das 10h às 18h. A literatura de cordel também será contextualizada ao mundo digital, através de projeção de ilustrações com a temática nordestina.

O projeto tem a proposta de aproximar a literatura de cordel ao público, contextualizando ao mundo digital através de projeção de ilustrações de xilogravuras, além de oferecer músicas, recitais e bate-papos poéticos com os artistas mais renomados do Nordeste, como J.Borges, Bule Bule, Maviael Melo e Zimaldo Melo.

Um dos artistas folclóricos mais celebrados da América Latina e o xilogravurista brasileiro mais reconhecido no mundo, J.Borges é a grande atração do projeto. Com oito décadas de vida, período em que ganhou diversos prêmios e levou sua arte para mais de 10 países, J.Borges é um dos maiores mestres do cordel. Ele vai contar histórias de seus folhetos de cordel e bater papo com o público.

Além de cordelizar, os curiosos em saber como faz uma xilogravura poderão acompanhar, em tempo real, através das mãos de Zimaldo Melo, como essa arte é desenvolvida. O artista visual levará ao projeto sua visão multifacetada, que agrega meios convencionais, como desenho, pintura, relevo e a xilogravura, além de novos meios como a programação, a eletrônica, interatividade, web e arte.


O baiano de Antonio Cardoso, Bule Bule, é uma das atrações mais esperadas do projeto “Cordelizando”. Sua participação será marcada através de suas cantorias de viola, com canções improvisadas (repentes) ao som de violas sertanejas realizadas pelo artista e seu parceiro.

Durante toda a programação do projeto, serão comercializados folhetos de cordel e figuras dos quatro autores na Sala dos Jesuítas, ao lado do Salão Nobre, no segundo andar da Caixa Cultural.

SERVIÇO:
  • Projeto Cordelizando
  • Data: 17 a 19 de junho
  • Local: Caixa Cultural Salvador (Rua Carlos Gomes, 37, Centro)
  • Horário: 10h às 18h
  • Entrada gratuita

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!