sexta-feira, 1 de abril de 2016

“Juventude” de Paolo Sorrentino surpreende ao contar a história de dois amigos de férias nos Alpes



Baseado em fatos reais, “Juventude” narra a história do maestro Riccardo Muti que foi convidado pela Rainha Isabel II para tocar em Londres e, não havendo consenso sobre a escolha das peças e ele disse: ‘então eu não toco...’
“A juventude” conta a história de dois amigos de férias nos Alpes. Fred é músico e está reformado. Mick é realizador e está a terminar o argumento de um filme. Os dois amigos sabem que o tempo se está a esgotar e decidem enfrentar o futuro juntos. Mas, à volta deles, ninguém parece preocupar-se com o passar do tempo.
O filme integrou a competição oficial do Festival de Cannes e acaba de ser apresentado Festival de Cinema de Londres, na presença do realizador. “O filme inspira-se num facto real. O maestro Riccardo Muti foi convidado pela Rainha Isabel II para tocar em Londres. Mas, eles não se entenderam sobre a escolha das peças e ele disse: então eu não toco.

Foi este facto simples que inspirou o filme, contou Paolo Sorrentino. O realizador italiano escolheu Michael Caine para personagem principal. O ator de 82 anos afirma que só aceitou devido à qualidade do argumento.

“É um dos melhores argumentos que tenho recebido. Não costumo incarnar papéis principais nos filmes porque dá-me preguiça mas tinha de fazer este filme”, disse Michael Caine.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!