Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

sexta-feira, 18 de março de 2016

Leilão da Casa Bonhan terá objetos pessoais de Charlton Heston que revelam a paixão do autor pela obra de Shakespeare



Fãs do ator e colecionadores em geral, terão acesso a objetos que pertenceram a Charlton Heston e que revelam a paixão do ator pelo dramaturgo britânico William Shakespeare
A Casa Bonham colocará à venda na terça-feira 300 peças da mansão que Heston compartilhou com sua mulher, Lydia Clarke, durante mais de meio século em Beverly Hills, incluindo obras de arte, joias, livros, roteiros e cartazes de filmes.
Mas o que chama mais a atenção são dois lotes de cópias das peças "Macbeth" e "Hamlet", avaliadas em 35 mil e 25 mil dólares, respectivamente.

A coleção também inclui um roteiro de "Ben-Hur" (1959), o filme que deu o único Oscar da carreira de Heston, com lance inicial de 18 mil dólares.

Vida e obra

John Charles Carter, mais conhecido do público e fãs como "Charlton Heston", foi um famoso ator norte americano de cinema e TV, lembrado em geral por seus papéis marcantes em filmes como "Os Dez Mandamentos" e "Planeta dos Macacos", entre outros.

Já usando o prenome de Charlton, ele fez seu primeiro papel no cinema em "Dark City", em 1950, recebendo reconhecimento por sua atuação e chamando a atenção para seu porte físico.

Em 1952, o filme "O Maior Espetáculo da Terra", superprodução de Cecil B. DeMille ambientada no mundo do circo, transformou Heston numa estrela de primeira grandeza do cinema.
A partir dali, seu porte ereto, sua altura e o perfil musculoso, lhe dariam os papéis mais simbólicos nas superproduções dos anos 50 do cinema norte-americano.

Os Dez Mandamentos, de 1956, marcou sua imagem como Moisés e a partir dele todos os grandes papéis heróicos e históricos encontraram Heston para representá-los.
Nos anos 50 e 60, ele filmou sucessos como "55 Dias em Pequim", "El Cid", "Agonia e Êxtase" e "Ben Hur", entre outros, recebendo o Oscar de melhor ator pelo último, um dos onze recebidos pelo filme, que se manteve solitariamente como o mais premiado pela Academia em todos os tempos até ser igualado em 1997 por "Titanic" e em 2003 por "O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei".

Em 1998 se tornou presidente da National Rifle Association (NRA), a poderosa entidade civil que luta para que seja mantido o direito do cidadão de comprar e portar armas de fogo nos Estados Unidos e da qual era membro honorário vitalício.
Como seu porta-voz entre 1998 e 2003, ficou conhecido no país por fazer discursos radicais contra a extinção da segunda emenda da constituição que dá este direito aos cidadãos há mais de duzentos anos, além de se posicionar publicamente contra o aborto, legal nos Estados Unidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!