Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Nos últimos meses, cresceu substancialmente a imigração de cubanos para os Estados Unidos, mas candidaturas republicanas podem por fim à lei migratória excepcional



Com a reaproximação de Cuba com os EUA, a incidência de imigrantes cubanos rumo aos Estados Unidos cresceu quase 80% em 2015, todos em busca de dias melhores na sonhada terra do Tio Sam
A nova onda de migração cubana para os Estados Unidos (chegaram mais de 40.000 no ano passado, maior quantidade da última década) está relacionada com o restabelecimento das relações diplomáticas entre a Administração de Barack Obama e o regime cubano dirigido por Raúl Castro.

Os cubanos temem que a normalização das relações diplomáticas leve à revogação da Lei de Ajuste Cubano, que permite aos cidadãos da ilha obter a residência nos EUA um ano depois de pisar no solo norte-americano. 

O Governo federal negou em várias ocasiões que tenha a intenção de modificar essa lei migratória excepcional, mas suas afirmações são recebidas com ceticismo, e os cubanos continuam chegando a conta-gotas desde dezembro de 2014, quando foi anunciada a normalização das relações diplomáticas.

Boas vindas em Miami

As autoridades locais de Miami se mobilizaram pelos cubanos recém-chegados. O prefeito da cidade, Tomás Regalado, e da vizinha Hialeah, Carlos Hernández, deram pessoalmente as boas-vindas ao primeiro grupo. Ambos, no entanto, estão há semanas solicitando ao Governo Obama que ative um plano federal – ou seja, que libere verbas – para acolher os migrantes cubanos que estão chegando.

Diante da proximidade da eleições presidenciais nos Estados Unidos e com as candidaturas dos republicanos Donald Trump, Marco Rubio e Ted Cruz deixando claras suas intenções de acabar com a Lei de Ajuste Cubano, os jovens temem não serem capazes de chegar aos Estados Unidos para se reunirem com suas famílias, o que incentiva a saída da ilha.

Os Estados Unidos já vivenciaram diversos êxodos de imigrantes, entre os quais o mais significativo foi o registrado em 1980 durante o "Êxodo de Mariel", que foi a chegada de mais de 125 mil cubanos em duas mil embarcações à Flórida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!