Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Brasileira de 23 anos é a representante brasileira da Copa do Mundo de Gastronomia


A alagoana no podium com o troféu de primeiro lugar, que lhe garantiu uma vaga na final na França em janeiro de 2017A vitória de Giovanna na final latino-americana é boa notícia para a gastronomia brasileira, sempre às voltas com questões como a formação de seus profissionais e o reconhecimento institucional da área



A0brasileira Giovanna Grossi de apenas 23 anos foi a vencedora da etapa do Sirha México. A etapa continental e está nas finais do maior concurso de alta gastronomia do mundo. 

O resultado foi anunciado nesta sexta-feira, 12, com a presença de uma forte torcida brasileira de amigos, familiares e chefs.A chef Giovanna contou com o chef Laurent Suaudeau para liderar seu treinamento, acompanhando deVictor Vasconcellos. 

O comim foi Nicholas Santos. Eles treinaram juntos por dois meses, todos os dias, oito horas por dia, alternando entre o preparo dos pratos e a análise e aprimoramento das técnicas. Andrews Valentin e Marcelo Pinheiro também fazem parte do Comitê Bocuse d’Or Brasil.“Sinto muita emoção e gratidão. 

A vitória é fruto de trabalho e dedicação sem igual. Agradeço por todo o apoio da equipe, sem a qual não estaria aqui”, fala Giovanna, sem tirar o sorriso do rosto. Este resultado classifica a chef para disputar a final mundial do concurso em 2017 em Lyon, ao lado de outros 23 de chefs de todo o mundo

A chef encantou o júri com ingredientes bem brasileiros. A tilápia foi servida com chicória do Pará, farinha Uarini, flor de jambu e tucupi. Já o filé mignon foi acompanhando de pitanga negra, quiabo, mandioca, foie gras e pimenta de cheiro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!