Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

domingo, 31 de janeiro de 2016

Com pesado investimento privado o Carnaval de Salvador apresenta números que passam ao largo da crise que o país vem enfrentando


O Carnaval de Salvador deste ano vem corroborar com a máxima do mundo da publicidade que ressalta a necessidade de fazer propaganda: no boom para se diferenciar da concorrência e na crise para convencer o consumidor a comprar

A crise está aí batendo à nossa porta e esse fato ninguém pode negar. Talvez não seja tão terrível quanto parte da imprensa vem tentando incutir na população e os números da economia estão aí para ratificar que ela é real, mas o Carnaval de Salvador, que acontece a partir da próxima semana, parece querer desmentir todas as previsões catastróficas.

Baianos e turistas veem o Carnaval como seis dias de muita festa, mas para as empresas, o evento se converte em uma oportunidade de exposição e visibilidade das suas marcas na disputa, não apenas pela preferência, mas também pela lembrança na mente dos foliões após a Quarta-Feira de Cinzas e pelo restante do ano.

No patrocínio da festa tem chicletes, biscoitos e até banco, mas são as cervejarias que entraram com tudo na briga pelo consumidor. Cada cota oficial de patrocínio custou a bagatela de 10,2 milhões (cada uma) - mas os enormes investimentos vão ainda para blocos e os luxuosíssimos camarotes.

Hotéis lotados



A tão propalada crise definitivamente passou ao largo da belíssima capital baiana, a Terra da Felicidade, como se vangloriam os baianos. Só para se ter uma ideia, Salvador teve um aumento de 417% no volume de reservas para o Carnaval, registrando o maior crescimento na procura por turistas segundo um levantamento da Hoteis.com. O valor médio da diária também cresceu em comparação com o ano anterior, atingindo marca superior a R$ 600,00 dando mostras do potencial de faturamento do segmento, nesse que é o maior evento soteropolitano.

O tão cantado em prosa e verso Rio de Janeiro, com o seu Carnaval espetáculo, registrou um crescimento de 114%. Natal também registrou incremento de 147% no volume de reservas. Para chegar ao resultado, a empresa analisou reservas feitas entre 6 de outubro de 2014 e 3 fevereiro de 2015 e as comparou com os números de 22 de outubro de 2013 a 19 de fevereiro de 2014 para estadias durante o Carnaval.

As reservas feitas via dispositivos mobile, que incluem celulares e tablets, também apresentaram crescimento para a capital baiana. Mais uma vez, Salvador teve a maior alta entre os destinos, com 364%.

Herança de Dodô e Osmar
O Carnaval da Bahia é considerada a maior festa de participação popular do mundo, atraindo mais de 1 milhão de turistas. Salvador é a capital do axé, ritmo da Bahia que caracteriza o Carnaval no Estado e foi originado na década de 50 por Dodô e Osmar, a partir de uma mistura do frevo Pernambucano e a guitarra elétrica. Os trios elétricos também são uma das principais marcas, eles percorrem os circuitos do carnaval levando renomados artistas nacionais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!