Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Não importa se o futebol, o tênis ou basquete têm legiões de fãs em todo o planeta, quando o assunto é cinema, o boxe é o preferido





Esporte coletivos como o futebol, basquete ou automobilismo, têm o resultado final influenciado pela qualidade de técnicos, preparadores, equipamentos, mecânicos e peças, mas o resultado de uma luta de boxe depende quase que exclusivamente do desempenho de um atleta


Apesar das diferenças em suas tramas, praticamente todos os filmes de boxe têm como momento de redenção o confronto entre dois lutadores, ocasião em que os dilemas e as pressões que envolvem o esporte desatam para jabs, cruzados diretos e nocautes.
Como se isso não bastasse, a existência de um circo em torno desses embates é normalmente utilizada por cineastas como metáfora de questões básicas da humanidade - o que significa que cada luta é travada tanto dentro quanto fora das cordas.

Claro que a lista abaixo com dez filmes emblemáticos sobre o esporte não vai agradar à totalidade dos cinéfilos, mas vejamos o rol, que reúne bons longas sobre a história do boxe nas telonas.

Punhos de Campeão (1949
)

O filme conta a história de Bill 'Stoker' Thompson (Robert Ryan), um boxeador de 35 anos que insiste em continuar lutando apesar das condições abaixo da média. Ciente de seu fraco desempenho, seu empresário arma uma luta contra um atleta mais novo na expectativa que Stoker perca naturalmente. Porém, alheio ao trato, o veterano entra no ringue disposto a vencer.

Marcado pela Sarjeta (1956)
A trajetória do delinquente juvenil Rocco Barbella (Paul Newman) é o tema central da história. Após ser destituído do exército por agredir um oficial, o rapaz passa a ganhar a vida como boxeador profissional e, no ápice de uma carreira brilhante, perde o título mundial por nocaute. Enquanto a revanche se aproxima, Rocco é confrontado com fantasmas de seu passado.

A Trágica Farsa (1956)

Quando o jornalista desempregado Eddie Willis (Humphrey Bogart) é chamado para promover a carreira de Toro Moreno (Mike Lane), um falso boxeador argentino que, apesar do tamanho, peca pela ingenuidade, ele não imagina que suas armações chegariam à luta pelo título mundial de pesos pesados - um confronto do qual Toro dificilmente sairá vivo.

Rocky, O Lutador (1976)

A sorte de Rocky Balboa (Sylvester Stallone), boxeador medíocre que trabalha como capanga de um agiota, muda quando o desafiante do atual campeão mundial, Apollo Doutrinador (Carl Weathers), se machuca. Escolhido para substituí-lo por causa de seu apelido, "o garanhão italiano", Balboa encontra sua chance de redenção na disputa do título.

O Campeão (1979)

Após afundar-se em bebidas e jogos, o ex-campeão do boxe Billy Flynn (Jon Voight) precisa desesperadamente de dinheiro para não perder a custódia do filho, que nunca deixou de chamá-lo de "campeão". Apesar da idade avançada e da falta de condicionamento, ele aceita voltar aos ringues.

Touro Indomável (1980)
O longa-metragem de Martin Scorcese é baseado na história real de Jake LaMotta (Robert De Niro), pugilista de Nova York que ficou conhecido como "O Touro do Bronx" por descontar em seus oponentes todas as frustrações de sua vida fora do ringue. Dentro dele, consegue suportar uma série de golpes certeiros.

Hurricane - O Furacão (1999)

Às vésperas de disputar o título mundial de boxe de 1966, o pugilista Rubin "Hurricane" Carter (Denzel Washington) é acusado de três assassinatos em New Jersey e condenado à prisão. Após cumprir quase 20 anos de cárcere, o boxeador é auxiliado por três canadenses a voltar a lutar por sua inocência.

Ali (2001)

A produção é baseada na trajetória do norte-americano Cassius Clay (Will Smith), que fez fama tanto dentro dos ringues quanto fora deles, impressionando jornalistas e adversários com frases de efeito rápidas e incisivas. No ápice de sua carreira, o atleta converteu-se ao islamismo, trocando o nome para Muhammad Ali, período em que foi proibido de lutar nos EUA por se opor à Guerra do Vietnã.

Menina de Ouro (2004)

A trajetória meteórica da boxeadora Maggie Fitzgerald (Hilary Swank) é narrada com delicadeza pelo ex-pugilista Eddie Dupris (Morgan Freeman), zelador da academia em que a jovem passa a treinar - contra a vontade de seu proprietário, o treinador Frankie Dunn (Clint Eastwood). Após um início de carreira tardio, a atleta surpreende e consegue disputar o título mundial em um combate de desfecho trágico.

A Luta Pela Esperança (2005)

Baseado na história real do boxeador James Braddock (Russel Crowe), o filme mostra como o atleta foi obrigado a abandonar o esporte devido a uma série de derrotas. Nos anos seguintes, recorre a bicos para sustentar sua família. A oportunidade de retornar aos ringues surge quando ele é escalado para substituir um pugilista profissional - uma vitória que o conduz até a disputa pelo título mundial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!