quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Já está à disposição do público no twitter o primeiro trailer do novo filme do herói quase centenário “The Legend of Tarzan”


 



The Legend of Tarzan terá uma abordagem diferente dos longas de Johnny Weissmuller e de outras adaptações da cultura pop que tiveram como protagonista este homem criado por macacos e que se tornou o Senhor da Selva


Além de Alexander Skarsgard, o elenco também conta com Margot Robbie como Jane Porter, Djimon Hounsou como Chefe Mbonga, Samuel L. Jackson como George Washington Williams e Christoph Waltz como o antagonista Capitão Leon Rom. David Yates, diretor dos últimos quatro filmes da franquia Harry Potter, é quem assume o comando desta adaptação.

“Passaram-se vários anos desde que o homem uma vez conhecido como Tarzan deixou as selvas da África, para uma vida nobre em Londres como John Clayton III, Lorde Greystoke, com sua amada esposa, Jane Porter ao seu lado. Agora, ele foi convidado a voltar para o Congo e servir como um emissário do comércio do Parlamento, sem saber que na verdade é um peão em uma convergência mortal gananciosa planejada pelo Capitão belga Rom. Mas aqueles por trás da trama assassina não fazem ideia do que estão prestes a desencadear.”

The Legend of Tarzan é uma coprodução da Warner Bros. Pictures com a Dark Horse Entertainment e tem lançamento marcado para o dia 21 de julho de 2016.

Personagem centenário
A menos de cinco anos de festejar o centenário, o personagem fictício Tarzan foi criado em 1912 pelo escritor norte americano Edgar Rice Burroughs. O escritor teria se baseado em outras histórias semelhantes, do homem sendo criados por animais. Uma dessas histórias é a história de Mogli e a história mitológica literária de Rômulo e Remo, em que ambos teriam sido criados por lobos e posteriormente fundariam a antiga Roma.

A verdadeira história do Tarzan é que seu verdadeiro nome não é Tarzan e sim John Clayton. O nome Tarzan, seria o seu nome macaco que significa "pele branca", um nome fictício atribuído ao personagem dentro de um mundo imaginário. Outra verdadeira história do Tarzan é que sua história recebeu duras críticas de racismo nos últimos anos, devido as mudança dos costumes sociais. Nos primeiros livros publicados, os nativos africanos e negros, são estereotipados como inferiores em relação aos suecos e russos.

Uma segunda polêmica que também ronda nessa história, é a violência contra as mulheres. Apesar do personagem principal não violentar fisicamente nenhuma mulher, outros personagens masculinos de uma tribo fictícia, utilizam a violência contra as mulheres para ganhar domínio social de sua tribo.

Tarzan é filho de aristocratas ingleses que foram abandonados na costa africana após um motim no navio que o transportavam. Ainda em sua infância, os pais de Tarzan faleceram, a mãe, morrera por causas naturais, já o pai, foi assassinado pelo chefe do grupo dos macacos em que Tarzan posteriormente viveria.

Johnny Weissmuller

Polemicas à parte, Tarzan o eu seu famoso grito imortalizado por Johnny Weissmuller, povoou o imaginário de várias gerações que acorriam aos cinemas para ver ‘o home das selvas’.

Johnny Weissmuller (1904-1984), nascido em Timisoara, cidade romena, foi o Pelé dos Tarzans. Houveram outros, como Lex Barker e Gordon Scott, mas o penta campeão olímpico de ouro de natação é o símbolo maior dos Tarzans, assim como Sean Connery eternamente será o número 1 dos 007.

Com seu ímpeto de herói e preparo físico de atleta consagrado, Johnny Weissmuller jamais aceitou dublês em seus filmes de Tarzan, nem mesmo quando a cena exigia que ele fosse perseguido no rio por ferozes crocodilos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!