terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Adolescente afegã cujos pais tentaram vendê-la em casamento por US$ 9,000 vira artista rap



Sonita Alizadeh, 19 anos, que tinha apenas 10 quando seus pais muçulmanos tentaram vendê-la em casamento, falou sobre como escapou do seu temido destino


Está disponível no YouTube vídeo de rap que mudou sua vida na apresentação em de Londres denominada Mulheres no Mundo, na semana passada. "Eu não estava triste, porque não sabia o que ela estava fazendo", disse ela à BBC referindo-se à tentativa de sua mãe em vendê-la, acrescentando que a experiência

A adolescente, cuja família fugiu do Afeganistão devastado pela guerra para o Irã quando ela tinha oito anos, por sorte teve frustrada sua primeira tentativa de casamento arranjado, mas quando ela tinha 16 anos, sua mãe mais uma vez lhe disse que ela tinha que se casar com um homem que ela não conhecia.

A mãe de Sonita veio vê-la a Teerã, e disse que ela tinha que voltar para o Afeganistão porque seu irmão precisava de US $ 7.000 para um dote, e que a família poderia fazer US$ 9.000 a partir da sua venda.

"Eu não conseguia respirar. Eu não podia falar ", disse ela referindo-se à notícia. "Quando minha mãe me disse que teria que vender-me, meu coração quebrou. Mas tudo passou e eu estou iniciando a minha carreira na música.”

Assim, a adolescente afegã está protestando contra a prática de venda de crianças utilizando um meio pouco provável que a música e, mais especificamente, o rap.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!