sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Pensando em visitar a Argentina? Mendoza é uma ótima opção para sair do tradicional roteiro Buenos Aires - Bariloche


Nestes tempos de dólar nas alturas e peso em queda, está cada vez mais convidativo visitar a Argentina, mas engana-se quem pensa que as atrações da terra de Lionel Messi se resume à capital Buenos Aires ou a gelada Bariloche. Uma ótima opção de turismo em terras portenhas é Mendoza, bem juntinho da Cordilheira dos Andes

No oeste da Argentina, aos pés da Cordilheira dos Andes, está situada Mendoza, que vem atraindo cada vez mais a atenção dos brasileiros. A região na qual se encontra é responsável por quase 80% da produção de vinhos do país e há mais de cem vinícolas abertas à visitação. Além das bodegas, a cidade ainda oferece muitos outros atrativos, como hotéis luxuosos, boa gastronomia, paisagens incríveis, esportes radicais , estações de esqui, monumentos históricos e eventos típicos da cultura local. 


Como chegar

Há várias formas de chegar em Mendoza, depende muito de onde você estiver. É possível ir partindo do Brasil de forma direta ou em voos com conexão, mas a visita à cidade geralmente é combinada com uma viagem a Buenos Aires ou Santiago. A distância da capital argentina é de 1200 km, uma viagem de ônibus dura cerca de 13 horas e de avião apenas 1:30 h. Já da capital chilena a distância é de 362 km, numa viagem de carro ou ônibus pela Cordilheira que dura pelo menos cinco horas ou então de avião num voo rápido de uma hora. ““.

Para explorar as atrações locais, como visitar as vinícolas ou as montanhas, pode-se alugar um veículo, contratar os serviços de um guia particular ou de uma agência de turismo ou ainda utilizar algum meio de transporte público local.
Onde ficar

Quando o assunto é hospedagem, há basicamente duas opções em termos de localização. Você pode ficar em algum hotel convencional do centro da cidade, próximo dos restaurantes e da zona comercial da cidade, ou então se hospedar em um hotel na região das vinícolas, que geralmente são pousadas mais estilosas e privativas, com poucos quartos, muitas delas com seus próprios vinhedos.

Quando ir

Mendoza encontra-se numa região de deserto, com clima semiárido, seco e com poucas chuvas. As estações do ano são bem definidas. O verão tem dias quentes e noites amenas. Já no inverno o frio é rigoroso e é comum nevar. A melhor época para viajar é no final do verão, época da colheita, quando as temperaturas estão agradáveis, os vinhedos bem verdes e cheios de uva, mas isto não significa que as outras épocas não sejam boas para viajar.

Quem optar por viajar na última semana de fevereiro ou na primeira de março vai ter a chance de presenciar eventos típicos relacionados à Festa Nacional da Vendimia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!