Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Tendo como mote a preservação ambiental, o Arquipélago de Fernando de Noronha é o paraíso na Terra





Com vegetação e vida marinha abundantes, águas transparentes e a praia considerada a melhor de todo o mundo, a ilha é o sonho de todo turista que busca aventura em meio a paisagens espetaculares

Sendo uma ilha pouco habitada e com uma série de restrições para os visitantes, as principais atividades em Noronha giram em torno do mar. Basta sair um sol para que todos os turistas queiram ir à praia para curtir um mergulho refrescante. Quem quer se surpreender com água cristalina e visual paradisíaco não pode deixar de ir à Baía do Sancho ou à dos Porcos. Já para quem quer ficar perto do centrinho, ir à Praia da Conceição é a melhor ideia - essa praia é um point na ilha.
Aproveitando toda a pureza da água, uma das opções é fazer um mergulho com cilindro, ou mesmo com máscara e deslumbrar-se com a diversidade marinha de Noronha. Peixinhos, tartarugas e pequenos tubarões são visitantes muito bem-vindos. 
Vida noturna


À noite, pode-se assistir às palestras do Projeto Tamar, supereducativas, e, se quiser dançar, a pedida é o Bar do Cachorro. Curta o som do maracatu, o ritmo que embala Pernambuco e depois um bom forró, que segue noite adentro.

Dependendo da ocasião, a noite costuma ficar animada na com música de qualidade, ao vivo. Não é raro chegar a um bar e encontrar algum ator e cantor famoso comandando a cantoria… Paulinho Vilhena, Fabiula Guimarães e Eri Johnson são apenas alguns dos atores que frequentam o lugar e se sentem tão em casa que dominam o microfone… Garantia de sabor e diversão!

Preços salgados

A fama de ser um lugar caro também confere. Hospedagem, alimentação, passeios, tudo é um pouco (ou muito) mais caro que o regular. A passagem para se chegar à Fernando de Noronha é cara, além da taxa de preservação ambiental que você paga por dia na ilha e o recomendado é pagar pelo site, especialmente se a pessoa não gosta de filas.

Mas os frequentadores mais xiitas quando o assunto é preservação ambiental preferem que seja assim. Mesmo com preços altos, Fernando de Noronha vem se tornando um destino popular, e essa nuance não combina com preservação ambiental, com raras exceções. Apesar do controle sobre a ilha ser muito bom nesse aspecto, quanto maior o número de pessoas, maior a geração de resíduos sólidos e lixo para uma ilha é um grande problema, isso sem falar na falta de respeito de alguns turistas com a fauna marinha.

O PICO


Outro lugar descolado, que une comida, diversão e arte é “O Pico” – é restaurante, bar, loja de roupas e artesanato, galeria de arte e, sem dúvida, um lugar pra conhecer gente bacana! Se for comer, experimente o Ceviche da Ilha. Se for curtir com os amigos, experimente o Picante (drink com pimenta), de preferência aos domingos, quando tem música ao vivo… De lá dá pra ver um pôr do sol fantástico, com o visual da pedra do Pico.

E, de vez em quando, rola um cineminha ao ar livre para agitar Noronha. E tem mais… Se quiser roupas e acessórios bacanas, tem peças pra deixar o visual praia muito mais fashion, com marcas selecionadas. E se quiser levar algo de Noronha pra ficar num lugar de destaque na sua casa, passa lá! Tem muito artesanato pernambucano – quadros, oratórios, molduras e mil objetos de decoração super estilosos.

E souvenires de Fernando de Noronha que você só encontra no Pico, com xilogravuras exclusivas do renomado artista J. Borges, que desenvolveu desenhos sobre a ilha especialmente para o lugar… Imperdível!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!