Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

domingo, 23 de agosto de 2015

Quem planeja a sonhada viagem a Paris e inclui no roteiro colocar o ‘cadeado do amor’ na Ponte das Artes, vai ter que procurar outra maneira para celebrar o romance


Resultado de imagem para cadeados na ponte de paris

Chegou ao fim a “era dos cadeados” como símbolo romântico da chamada Ponte do Amor, que passa sobre o Rio Sena, em Paris, quando a Prefeitura da cidade proibiu a colocação de novas ‘provas de amor’, quando parte da ponte cedeu pelos peso dos artefatos

A tradição dos cadeados de amor já vem de há muito mas tornou-se uma mania mundial graças aos dois romances de Federico Moccia – Tre Metri sopra il Cielo (Três Metros Acima do Céu) e Ho Voglia di Te (Quero-te Muito).O vice-prefeito da cidade Bruno Julliard anunciou em junho passado o início da operação de retirada dos cadeados do local – que há alguns anos virou ponto turístico de casais apaixonados na cidade.

De acordo com a lenda, ficarão para sempre juntos os amantes em Roma que escrevem os seus nomes num cadeado e o prendem ao terceiro candeeiro no lado norte da Ponte Milvio, atirando a chave ao Tiber.

Infelizmente, as autoridades em Roma livraram a Ponte Milvio dos seus cadeados em Setembro de 2012. A câmara de Dublin antecipou-se, cortando os cadeados de amor que decoravam a ponte Ha’penny em Janeiro do mesmo ano.

Ponte das Artes


Os cadeados começaram a chegar à ponte das Artes em 2008, tendo estado limitados até 2010. No entanto, a "epidemia" acabou por cobrir os 150 metros de gradeamento da ponte e espalhou-se por outras pontes e até a Torre Eiffel, onde foram recentemente encontrados 40 cadeados.

A moda dos cadeados está presente em todos os continentes e pretende eternizar o amor de quem o coloca: na ponte das Artes, os casais enamorados selam a sua união com este objeto atirando depois a chave para o rio Sena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!