terça-feira, 7 de julho de 2015

Para ganhar visibilidade no cenário turístico Austrália promove eventos enogastronômicos





A Austrália ainda não é um dos mais badalados destinos enogastronômicos do mundo, mas há algum tempo tem promovido eventos para mudar esse quadro e lança sementes que visam aumentar o número de visitantes no país, com destaque para o turismo gastronômico 

O objetivo é claro: levar mais visitantes a descobrirem produtos, casas e receitas da ilha-continente. Para tanto, as estratégias são pesadas (valem, ao todo, US$ 40 milhões!). Uma delas foi convidar 80 influenciadores gastronômicos internacionais para conhecerem a diversidade culinária do destino e para um jantar de gala preparado a seis mãos pelos premiados chefs australianos Neil Perry AM, Peter Gilmore e Ben Shewry. 

Ao lado deles, a lista foi estrelada por chefs como a americana Alice Waters e o francês Éric Ripert entre celebridades, críticos, colunistas e produtores do ramo de alimentos e bebidas. O foco da viagem foi a noite especial – com menu surpresa – no Museu de Arte Antiga e Moderna (MONA), na Tasmânia. 

No entanto, os ilustres visitantes passaram por roteiros personalizados de pelo menos quatro dias pelos melhores vinhos e pratos australianos. Entre os passeios propostos, momentos mais lúdicos como o café da manhã em vôo de balão pelo Australian Capital Territory, pesca de caranguejos na lama e de lagostas na Costa Noroeste e a caça de vegetais na da Tasmânia.

Nessa trupe, o Brasil contou com dois integrantes de destaque: Josimar Melo (diretor do Basilico e crítico gastronômico da Folha de S. Paulo) e Rodrigo Oliveira (chef-proprietário dos restaurantes Mocotó e Esquina Mocotó, em São Paulo), que foram à terra dos cangurus mostrar a culinária brasileira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!