domingo, 12 de julho de 2015

A faculdade de Belas Artes e o significado mais profundo da palavra Identidade

A utilização da Impressão Digital remete ao modo de identificação de pessoas que é utilizado há séculos. A impressão digital, sendo um desenho formado pelas pequenas elevações da pele na ponta dos dedos, é única em cada individuo, ou seja, não existem duas pessoas com o mesmo desenho

Por esses desenhos serem únicos e não apresentarem grandes mudanças ao longo da vida, a impressão digital é utilizada como forma de identificação. Dessa forma, no nosso Registro Geral – popularmente chamado de RG ou de Carteira de Identidade -, além do nosso nome, data e local de nascimento e nome dos pais, está presente a nossa impressão digital.

A Belas Artes é uma faculdade que se destaca especialmente pelos seus cursos de cunho artístico – como o próprio nome da instituição pode sugerir. Sendo assim, fica fácil perceber que a Monalisa, enquanto seja uma pintura de Leonardo da Vinci, ou seja, uma elemento da arte, representa, nesse contexto, esse cunho artístico pelo o qual a faculdade se destaca; mas não só isso. 
A junção remete a um significado mais profundo de Identidade. Porque, nesse sentido, “Identidade” já não mais significa que o individuo é um nome mais uma impressão digital, mas que o individuo é um ser com gostos. E esses gostos tem uma relação cíclica com os lugares que frequentamos, com as roupas que vestimos, com o que lemos e ouvimos, etc.

Identidade, então, passa a ser aquilo que somos definido pelas preferências que temos. O que quer dizer que a Monalisa não representa somente o cunho artístico pelo qual a faculdade é reconhecida, mas também a inclinação artística pelo qual seus alunos são conhecidos.
A propaganda é uma referência ao público que procura a instituição, ao público que faz parte dela. Um público que é definido como tendo uma identidade artística.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!