quarta-feira, 8 de abril de 2015

Museu de cera em Paris apresenta estátua do Papa Francisco



Às vésperas da Páscoa, o museu Grévin de Paris acrescentou à sua coleção uma estátua de cera do papa Francisco. A obra já pôde ser admirada desde a quinta-feira (2) por membros da igreja católica na Catedral de Notre Dame

O Museu Grévin revelou ao público na manhã da última quinta-feira, 2, uma estátua de cera que retrata o Papa Francisco. O local escolhido para a apresentação foi a Catedral Notre Dame, na capital francesa, como parte das celebrações de Páscoa.

Durante um laboratório de estudos em Paris, na última semana, com a presença dos técnicos e artistas dos museus, foi possível ver os trabalhos de finalização da estátua do Papa Francisco.

O Museu Grévin, fundado em 1882 é um dos mais antigos da Europa e é reconhecido pela excelência do trabalho com cera, cujas obras retratam fielmente as características dos personagens, com atenção a detalhes como tom da pele e marcas individuais. Tamanho perfeccionismo faz com que as estátuas pareçam reais.

Tradição com Papas


Desde a sua criação, o Grévin tem a tradição de imortalizar os papas "como representantes da paz no mundo", anunciou a instituição. Mas, Francisco é ainda mais especial, de acordo com Reyniès, "porque ele agrada tanto os cristãos como os não-cristãos".

Para celebrar a inauguração da nova obra, o museu doou 150 entradas à ONG católica francesa Secours Catholique. Um dos museus de cera mais célebres do mundo, o Grévin de Paris recebe todos os anos cerca de 800 mil visitantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!