quinta-feira, 2 de abril de 2015

Em mais um caso de roubo de obras de arte durante o nazismo, dos herdeiros de um banqueiro judeu pedem a devolução de uma tela de Pablo Picasso



O roubo de obras de arte pelo regime de Hitler já se tornou notícia corriqueira e avolumam nos tribunais internacionais os pedidos de devolução pelos alemães, de espécimes raros e valiosos, reclamados pelos seus legítimos proprietários

O mais novo fato da espécie partiu dos herdeiros de um banqueiro judeu, cuja coleção de arte foi roubada pelos nazistas, pediram à justiça americana a devolução de uma tela de Pablo Picasso (1881-1973), atualmente em exposição em Munique, no sul da Alemanha, conforme informações dos advogados da família.
Os parentes do banqueiro e colecionador de arte Paul von Mendelssohn-Bartholdy solicitaram à corte do distrito de Nova York a devolução da pintura "Madame Soler", que faz parte de uma dos mais férteis período de criação do pintor.
Hitler: artista frustrado

Antes da eclosão da Primeira Guerra Mundial, Adolf Hitler era um artista que praticava. Em duas ocasiões distintas, foi negada a Hitler a admissão para a Academia de Estudos de Arte em Viena. Tomou a arte muito a sério e durante o seu reinado de 12 anos como Alemão Führer, a indústria internacional de arte foi demolida.

Estima-se que Hitler roubou mais de 750 mil obras de arte durante a guerra. Nos anos entre 1933 e 1945 houve um buraco negro na comunidade artística, com milhares de peças de arte mudando de mãos e faltando.

Durante a Segunda Guerra Mundial, os nazistas entraram numa fúria destruindo e roubando arte europeia. Peças de arte inestimáveis foram leiloadas a preços extremamente baixos. Isso criou um grande problema na comunidade de arte que permanece evidente hoje.

As pessoas compraram obras de arte roubadas e as famílias das vítimas queriam os seus pertences de volta. Em muitos casos, comprovar os direitos legais de uma obra de arte é um processo difícil e demorado e ainda tem-se que contar com a boa vontade dos atuais detentores da posse dessas valiosas obras. Muita água ainda vai rolar por baixo dessa ponte!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!