quarta-feira, 4 de março de 2015

Quarta dos Tambores festeja sua edição de aniversário e se firma como atividade cultural no Recôncavo baiano

O evento é promovido mensalmente pelo Coletivo Cultural Comunidade do Tambor, com o objetivo de fomentar a reflexão e o divertimento das mulheres que lutaram e lutam por acesso aos direitos políticos e sociais, por uma sociedade mais justa e igualitária e também por uma melhor qualidade de vida no Recôncavo baiano

Toda primeira quarta-feira de cada mês as ruas do centro da mais histórica cidade da Bahia, Cachoeira, situada no Recôncavo da Boa Terra, têm um toque diferente. É o toque da Quarta dos Tambores , projeto cultural que neste mês de dezembro festeja o seu primeiro aniversário, promovendo a valorização da tradição cultural de matriz africana.

A 14ª edição aconteceu em dezembro, na Praça Teixeira de Freitas e apresentou dois momentos. No primeiro, a programação iniciou com os toques de tambor das quatro representações das nações de candomblé de Cachoeira (gêge, nagô, kêtu e angola) e no segundo momento abre espaço para apresentações artísticas e musicais do Samba de Roda Filhos do Caquende, Samba de Roda Suerdieck de Dalva Damiana, Grupo de Dança Garba e os músicos Quinho Batera e Elias Rosa. Para fechar as comemoração, não faltou o tradicional de caruru, uma das maiores manifestações da cultura africana na região.

O projeto tem por objetivo criar um espaço de promoção e valorização das manifestações culturais de matriz africana, além de promover o diálogo entre os grupos culturais e artistas de resistência – música, dança e outras manifestações artísticas – com as instituições de terreiros de candomblé. Os encontros acontecem toda primeira quarta-feira do mês, na Praça Teixeira de Freitas e vem ganhando legitimidade, fazendo parte do calendário de eventos culturais da cidade.

Durante um ano de realização, o maior desafio foi dar continuidade ao projeto e garantir afirmação na região do Recôncavo da Bahia. “Realizamos os encontros toda primeira quarta do mês, independente da situação que estávamos passando. Foi um desafio muito grande, principalmente pela falta de recursos. Enquanto coletivo, a gente tem a preocupação de dar autonomia aos grupos que produzem arte de resistência, porque eles mantêm essa identidade”, observa Alder Augusto, coordenador geral do projeto.

41ª EDIÇÃO QUARTA DOS TAMBORES LANÇA MOVIMENTO TRAJETÓRIAS DO RECÔNCAVO

Nesta quarta, 04, está sendo lançado o ‘Trajetórias do Recôncavo’, quadro que visa promover as grandes personalidades que se destacam na arena política, econômica e cultural do Recôncavo. A primeira participante é Dona Marieta, que tem 80 anos e é cofundadora do Sindicato Rural de Governador Mangabeira. Na ocasião ela vai falar sobre sua trajetória de vida e sua relação com a política à frente do sindicato.

Serviço:

· 
Praça Teixeira de Freitas (Cachoeira)

· ascom.quartadostambores@gmail.com

· 4/3, 19h

· Grátis

· Comunidade do Tambor

· http://quartadostambores.wordpress.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!