quinta-feira, 19 de março de 2015

Pesquisadores usaram câmeras infravermelhas, scanners 3D e mesmo um radar especial e afirmam ter encontrado os restos de Miguel de Cervantes

Equipe que encontrou urna funerária com iniciais M. C. afirma ter encontrado os restos mortais do escritor espanhol Miguel Cervantes, o autor de uma dos maiores clássicos da literatura universal, Dom Quixote

Foi anunciada na última terça-feira em Madrid a descoberta de fragmentos da ossada de Cervantes que foram localizados no subsolo do Convento das Trinitárias, no centro de Madri. Além da ossada de Cervantes, existem inúmeros outros restos mortais misturados com os de dezenas de outras pessoas, incluindo a esposa do escritor.

A localização dos restos mortais de Cervantes não era um mistério absoluto. Havia registros de que ele tinha sido enterrado no convento. No entanto, desde a morte do escritor, em 1616, o prédio fora reconstruído e não se sabia se a ossada havia sido removida do local.

Por isso, o time de 30 pesquisadores precisou usar câmeras infravermelhas, scanners 3D e mesmo um radar especial para tentar localizar os restos de Cervantes. Em janeiro, toparam com a tampa de um caixão com as iniciais "MC" num grupo de 33 câmaras mortuárias.

Trabalho escravo


Se confirmada a descoberta, Cervantes terá um novo funeral com honras de estado, também no Convento das Trinitárias, e ganhará uma nova sepultura, já que ele pediu para ser enterrado no convento e lá deve permanece.

A ordem religiosa das Trinitárias ficou famosa ao ajudar a pagar o resgate pedido por piratas que o sequestraram durante uma viagem de navio pelo Mediterrâneo, em 1575 - Cervantes ficou cinco anos preso na capital da Argélia, Argel, trabalhando como escravo.

Vida e obra
Dramaturgo e novelista, nasceu em 29 de setembro de 1547 (data suposta) na cidade espanhola de Alcalá de Henares. Cervantes morreu na cidade de Madri, em 22 de abril de 1616. Considerado um dos maiores escritores da literatura espanhola, destacou-se pela novela, mundialmente conhecida, Dom Quixote de La Mancha.

Cronografia da vida de Cervantes:

- No ano de 1566 foi morar em Madri junto com a família.
- Em 1569 foi morar na cidade de Roma, após ter ferido um homem num incidente em Madri.

- Em 1571 participou na Batalha de Lepanto (contra os turcos). Foi ferido durante um combate e ficou com a mão esquerda inutilizada.

- Entre 1575 e 1580 ficou num cativeiro em Argel (Argélia), após ter sido capturado por piratas.

- No ano de 1581 foi morar na cidade de Lisboa, onde escreveu peças de teatro.

- Em 1583 casou-se com Catalina de Palacios Salazar.

- Em 1587 foi nomeado comissário real da Armada espanhola.

- Em 1593 publicou o romance La casa de los celos.

- Em 1597 foi preso na cidade de Sevilha

- Em 1605 publicou a primeira parte de Dom Quixote.

- Em 1613 entrou para a Ordem terceira de São Francisco.

- Em 1615 publicou a segunda parte de Dom Quixote.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!