terça-feira, 10 de março de 2015

"Onde estão os restos mortais de Lisa Gherardini, a Mona Lisa?": mistério pode estar perto do fim





Os pesquisadores italianos estão empenhados em completar uma análise biológica que, em 15 dias, poderia acelerar a resposta a uma das maiores incógnitas da história da arte: "Onde estão os restos mortais de Lisa Gherardini, a Mona Lisa?"


Foi realizado o recolhimento do DNA nos restos mortais de Lisa Gherardini Del Giocondo, conhecida como a Mona Lisa, para tentar descobrir – de uma vez por todas – se é realmente a modelo que Leonardo da Vinci usou para criar a famosa Mona Lisa, agora preservada no Museu do Louvre Paris.
O presidente do Comitê Nacional para a Valorização dos Bens Culturais da Itália, Silvano Vinceti, se mostrou esperançoso, já que foi isso o que ele buscou durante toda a sua carreira.

Este é o objetivo dos peritos que imersos na Capela dos Mártires da Basílica da Santíssima Anunciada fizeram o desenho, que foi, em seguida, transferido para o laboratório de antropologia óssea, da Universidade de Bolonha.

A PROVA FINAL

Depois de várias etapas, começando com as escavações de Santa Úrsula em Florença, há três anos, os especialistas decidiram retornar ao túmulo da família de Giocondo, o marido de Lisa Gherardini, para pegar os restos e perceber o último confronto, o ensaio final do DNA.

Durante as últimas escavações em Santa Úrsula, na verdade, apenas um dos oito esqueletos encontrados haviam sido julgadas compatíveis com a idade em que morreu Lisa Gherardini. Agora, este último exame sobre os restos da família devem ajudar a avaliar o DNA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!