segunda-feira, 16 de março de 2015

O universo da sétima arte perdeu a grande Mulher do cinema israelita: Lia van Leer


 Já imaginaram uma mulher com uma câmara na mão, em Israel, em meados do século passado? Pois Lia van Leer desafiou a lógica da sua época e foi a grande dama do cinema israelita

Sua ligação com a sétima arte se deu em 1952, quando ela se casou com Wim Van Leer, um produtor engenheiro holandês, piloto, dramaturgo e cinema. Eles se se estabeleceram em Haifa e fundaram o primeiro clube de cinema do país, em 1955.

"Não havia televisão naquela época", Lia disse: "e nós tivemos um projetor de 16 milímetros, que tinha vindo como um presente do meu pai-de-lei. Cada sexta-feira teria amigos para assistir filmes. Nossa casa se tornou o mais popular em Haifa. "Este clube filme se tornou a Haifa Cinematheque. A coleção particular Van Leers 'dos ​​filmes foi a base para o Arquivo israelense Film, fundada em 1960.

Em 1973, um empresário brasileiro, George Ostrovsky, doou uma grande soma de dinheiro para construir uma cinemateca no Vale Hinnom abaixo as velhas da cidade paredes. Teddy Kollek e da Fundação Jerusalém mobilizou mais financiamento de amigos em Hollywood e em todo o mundo. A Cinemateca de Jerusalém abriu em 1981, e Lia van Leer foi nomeado seu primeiro diretor.

Lia van Leer, nascida Lia Greenberg em 8 de Agosto de 1924, na Bessarábia (nessa altura Romênia, hoje Moldávia) foi uma figura precursora, no cinema israelita, mostrando desde muito cedo, no seu país, filmes de qualidade.

Foi ela e a sua ação que, segundo alguns, “transformaram os israelitas em cineastas de grande qualidade".

Veio a Israel, em 1940, visitar uma irmã que vivia ali há alguns anos. Entretanto a IIª Guerra rebentou e já não voltou para a sua terra. No final da guerra, soube que os pais foram mortos. Nunca mais deixou Israel.

Lia van Leer fundou as Cinematecas de Jerusalém, de Telavive e de Haïfa, segundo o modelo da Cinemateca Francesa e ainda Criou os Arquivos Israelitas do Filme (que estão na Cinemateca de Jerusalém), que são os maiores e mais completos do Médio Oriente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!