domingo, 29 de março de 2015

Exposição em Salvador vai mostrar o lado ilustrador de Dorival Caymmi



O lado ilustrador do cantor e compositor Dorival Caymmi vai ser exposto em uma mostra que será lançada amanhã, 30 de março, no Teatro Castro Alves, em Salvador BA  

Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo vão conhecer Dorival Caymmi por outro prisma, com a mostra inédita que reúne obras do artista, tendo como inspiração suas próprias canções“Aos Olhos de Caymmi” é a exposição que mostra outra faceta artística de Dorival Caymmi

Esse lado artístico do cantor e compositor baiano será revelado durante a exposição “Aos Olhos de Caymmi”. Na esteira das comemorações pelo centenário do artista, a mostra será lançada no dia 30 de março de 2015, às 19h30, no Foyer do Teatro Castro Alves (TCA), em Salvador (BA). Durante o evento, Danilo Caymmi, filho do artista, apresentará uma palestra show apenas para os convidados.

A partir da interação e observação do seu universo particular, o artista traduziu nas suas composições e consequentemente, nas imagens, cenários tipicamente baianos: o coqueiral de Itapuã, a areia branca do Abaeté, as festas populares, uma puxada da rede, uma festa popular ou um acarajé com vatapá. Em “Aos Olhos de Caymmi”, o público vai conhecer dez ilustrações feitas a partir de canções de sua autoria. Com visitação gratuita, a mostra permanece no local até 03 de maio, de terça a domingo, das 12h às 18h.

O projeto, que ainda será levado para São Paulo e Rio de Janeiro, conta com a curadoria de Rose Lima, que possui 18 anos de experiência no mercado cultural. “Buscamos conectar o universo de inspiração de cada ilustração reunindo música, partitura, contexto, fonograma, intérpretes, admiradores e algumas curiosidades. 


Assim, apresentamos o pintor Dorival Caymmi, cujos olhos de artista traduziu palavras e sons em imagens”, acrescenta a curadora. A exposição tem a produção assinada pela empresa Hasta La Luna Iniciativas Culturais.

Evento de abertura 


Danilo Caymmi, filho mais novo do artista homenageado, fará uma palestra cantada no Foyer do teatro durante o evento de abertura, interpretando as canções ilustradas pelo pai. Danilo afirma que no dia 30 vai “expor para o público os contos de meu pai de forma dinâmica e interativa, com o objetivo de perpetuar a história, promover a cultura local e fortalecer a memória nacional”. 

Esta exposição está sendo considerada pelo artista “a menina dos olhos” do centenário de Caymmi. Ele disse ainda que “o público precisa conhecer os personagens da Bahia.

Além da mostra para marcar o centenário do artista, foi lançado em 2014 a reprodução de um caderno datado do ano de 1984 com os desenhos que servem de base para a exposição. Neste material, encontram-se ilustrações que ele produziu sobre as músicas “Marina”, “Dora”, “Rosa Morena”, “João Valentão”, “Vou vê Juliana”, “Rainha do Mar”, “O que é que a baiana tem?”, “A Preta do Acarajé”, “Vatapá” e “Milagre. O caderno ainda vem com um autoretrato do cantor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!