Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Se o assunto for massa, todos os pensamentos levam à Itália, mas onde surgiu mesmo o mais consumido dos alimentos?





Foi nos tempos antigos, com data antes de Cristo, que as massas redondas de farinha, água e sal surgiram. Dizem que, com o passar do tempo, durante o império Romano os nobres da época costumavam consumir este alimento com ervas e alho


Existem registros de que civilizações antigas como hebreus, egípcios e babilônicos também saboreavam a massa e os fenícios chegaram a acrescentar carne e cebola no pão. Durante a Idade Média os turcos e muçulmanos adotaram esse hábito em sua dieta e, por causa das Cruzadas, o alimento chegou à Itália pelo porto de Nápoles, onde foi incrementada e ficou mais parecida com o que conhecemos hoje.
Surgindo a pizza

Conta a tradição que na segunda metade do século XIX Dom Rafaelle Espósito, um padeiro que servia ao Rei Umberto I e à rainha Margherita, decidiu inovar no cardápio e adicionou mussarela, tomate e manjericão à massa, reproduzindo assim as cores da bandeira italiana no alimento e batizando a receita com o nome da rainha. Este ficou conhecido como o primeiro pizzaiolo da história, responsável por inspirar tantos outros padeiros da região a inovarem e criarem novos recheios, transformando a pizza italiana na mais famosa do mundo.

Macarrão chinês?
Não se sabe ao certo a real origem do macarrão. A versão mais aceita é a de que nasceu há mais de dois mil anos na China, de acordo com as famosas viagens de Marco Polo. No entanto, foram encontrados indícios de que há muitos séculos antes de Cristo já se preparava uma massa com cereais moídos e farinha. Após este período, os egípcios também desenvolveram este hábito, aperfeiçoando o seu preparo.

Foi na Roma antiga, porém, que foi consagrado o termo “pasta” pelo poeta latino Horácio. E mais ainda: seguramente, aparece na Ilha da Sicília, há cerca de mil anos atrás, o verbo “maccari” (que significa esmagar ou achatar com muita força). Assim, na ilha da Sicília, o homem aprendeu a fazer o “maccaruni” – combinações de trigo moído com água fresca e alguns goles de vinho branco.

Com o tempero italiano

O que todos sabem é que o macarrão, como conhecemos hoje, ganhou notoriedade na Itália, já que a partir do Século XIII, os italianos foram os maiores consumidores e difusores do macarrão por todo o mundo. A prova maior deste fato é que foram eles os inventores de mais de 500 variedades de tipos e formatos. Foi ainda nesta época que o povo italiano incorporou ao macarrão um ingrediente nobre: a farinha de grano duro, que permitiu a invenção da famosa pasta al dente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!