sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Pouco conhecido do grande público,John Legend foi laureado com o Oscar de Melhor canção original pela faixa Glory, do longa-metragem Selma



Grande parte do público brasileiro tem a impressão de que nunca ouviu falar de John Legend antes de o cantor receber o Oscar de Melhor canção original pela faixa Glory, do longa-metragem Selma, mas uma boa parcela pode não estar ligando o nome aos trabalhos anteriores do artista 

Você já ouviu All of me, música que tirou Happy, de Pharrell Williams, do topo das paradas da Billboard em fevereiro do ano passado? Pois é: John Legend é o intérprete. A canção estava há seis semanas na vice liderança quando desbancou o hit do rapper. Pelo clipe oficial também se pode mensurar o tamanho do sucesso, pois o número de visualizações atingiu a marca de 404 milhões.

Nove Grammy Awards no curriculo

John Legend nasceu John Roger Stephens no dia 28 de dezembro de 1978 em Springfielf, no Estado o Ohio, nos Estados Unidos. O cantor norte-americano já conquistou nove Grammy Awards e em 2007, recebeu o prêmio Songwritters Hall of Fame. A carreira de John Legend atingiu o auge depois de ter feito uma série de colaborações com Kanye West, Jay-Z, Alicia Keys e a Lauryn Hill.

Músico precoce, começou a tocar piano quando tinha sete anos e quando tinha 10 anos, os seus pais separam-se e o cantor ingressou na North High School, saindo quatro anos depois. Na Universidade da Pensilvânia, John Legend estudou inglês com um foco na Literatura Afro-americana e ai conheceu Lauryn Hill, que lhe foi apresentada por um amigo. A partir desse encontro, a cantora contratou-o para tocar piano em ‘Everything is everything’, uma música do álbum ‘The Miseducation of Lauryn Hill’.

John Legend terminou o seu curso em 1999 e começou a trabalhar no Boston Consulting Group e depois disso lançou dois álbuns independentes ‘Demo’, em 2000 e ‘Live at Jimmy’s Uptown’, em 2001. Em dezembro de 2004, John Legend lança o álbum ‘Get Lifted’ e esse trabalho foi apresentado no número sete do Billboard 200, vendendo 116,000 cópias na primeira semana. Os grandes singles deste álbum foram ‘Ordinary People’ e ‘Used to love u’ e as vendas chegaram a ser 3 milhões por todo o mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!