sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Algumas músicas são hinos e que não podem faltar na folia de Recife e Olinda, mas a que tem a cara do Carnaval de Pernambuco é “Voltei Recife”



Se você vai curtir o Carnaval de Recife, é condição básica conhecer o ‘Voltei Recife’, uma composição de Luís Bandeira, que será executada milhares de vezes até a Quarta-Feira de Cinzas e eletriza a multidão que se agita em meio aos blocos e troças que animam a folia
   
Os menos enfronhados na cultura pernambucana, mas que já ouviram “Voltei Recife” na voz de Alceu Valença, - um dos mais entusiastas do frevo mais famoso da historia, - tendem a acreditar que o “Bicho Maluco Beleza” é o autor da música. Outros juram que a composição é de autoria de Capiba, um dos mais laureados autores de frevo da história, mas o hino do Carnaval pernambucano foi composto por Luiz Bandeira.

Bandeira, cantor, músico e compositor pernambucano, nasceu em 25 de dezembro de 1923, no Recife. Passou parte de sua infância em Maceió, Alagoas, onde participou de grupos de repentistas nas freiras locais. Estreou sua carreira artística em 1939, em um programa de calouros da Rádio Clube de Pernambuco, que o contratou em seguida. Foi violonista, rádio-ator e cantor de orquestra.

Luiz Bandeira é considerado um dos maiores compositores de frevo, autor, entre outros, dos frevos-canções Voltei Recife e É de fazer chorar, mais conhecido como Quarta-feira ingrata. Além de músicas carnavalescas, também é autor de sucessos gravados por Luiz Gonzaga, Onde tu tá, Neném; por Clara Nunes, Viola de Penedo, e muitos outros nomes da música popular brasileira.

Durante sua carreira gravou alguns discos e ganhou prêmios por composição de seus frevos. No final dos anos 80, aposentou-se e voltou a morar no Recife, onde permaneceu até sua morte, em 22 de fevereiro de 1998, um domingo de Carnaval.

Vejam a letra:
(Voltei Recife, Luiz Bandeira)

"Voltei, Recife

Foi a saudade

Que me trouxe pelo braço

Quero ver novamente "Vassoura"

Na rua abafando

Tomar umas e outras

E cair no passo


Cadê "Toureiros"?

Cadê "Bola de Ouro"?

As "Pás", os "Lenhadores"

O "Bloco Batutas de São José"?

Quero sentir

A embriaguez do frevo

Que entra na cabeça

Depois toma o corpo

E acaba no pé"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!