quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Mostra Latino-Americana de Dança Contemporânea começou no dia 1º e vai até o dia 08, em SP



O festival vai receber 25 companhias, coletivos do Paraguai, Uruguai, Costa Rica, Bolívia, Colômbia, México e Brasil, além de artistas independentes de dança, sendo 12 deles grupos de São Paulo, da Bahia, do Ceará, de Minas Gerais e do Rio Grande do Sul

Começou no primeiro dia de dezembro, São Paulo, a Mostra Latino-Americana de Dança Contemporânea. O evento traz espetáculos de 24 coletivos do Brasil e outros países da América Latina, todos apresentados no Centro de Referência de Dança de São Paulo, com entrada franca.

Os coletivos participantes são do Paraguai, Uruguai, Costa Rica, Bolívia, Colômbia e México, além do Brasil, com companhias de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Ceará e Bahia. Serão apresentadas quatro coreografias diárias entre 1 e 8 de dezembro.

Além da grande diversidade de coletivos apresentando os seus mais novos trabalhos, a Mostra também traz outras atividades, como workshops, fóruns de debates, videodanças, saraus e intervenções. O objetivo da Mostra é promover o intercâmbio cultural e artístico entre todas as companhias latinas. Os workshops são dados por artistas do Brasil e demais países participantes.

No dia 1 de dezembro, a Mostra foi aberta com apresentação de "Albedo" da Companhia de Dança Siameses. O espetáculo é o mais novo da companhia e, apesar de já ter sido apresentado anteriormente na capital, é uma oportunidade para quem quiser ver ou rever. Trata da história de Don Quixote e os bailarinos dançam com máscaras assustadoras para revelar o nosso interior e o que escondemos.

A partir do segundo dia, todos os dias a Mostra traz três workshops de 10h30 as 13h30. Também todos os dias, das 15h30 às 17h30 há o "Derivas Partilhadas", espaço para compartilhamento entre diretores, coreógrafos e artistas em geral. Os espetáculos de dança se iniciam diariamente às 18h até 21h.

A Mostra foi realizada pelo Radar Cultural Gestão e Projetos e Secretaria Municipal de Cultura em parceria com a Cooperativa de Paulista de Dança. Sem dúvidas, é uma oportunidade perfeita para ficar por dentro de um pouco da produção de dança contemporânea em diversas partes do Brasil e nos países vizinhos. Os tipos de espetáculos são variados e há coreografias para todos os gostos, com solos, duos, trios e grupos.

O evento será encerrado segunda-feira (8) com o espetáculo Um Poema para Carmen, uma homenagem à artista Carmen Miranda apresentada pelo Núcleo de de Dança e Performance Marcos Sobrinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!