Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

sábado, 27 de dezembro de 2014

20 anos após sua morte, Tom Jobim ganha estátua em bronze no Rio de Janeiro e faz companhia a Drummond






Antonio Carlos Brasileiro Jobim, ou simplesmente,Tom Jobim
, um dos mais importantes nomes de todos os tempos da música brasileira e mundial, ganhou uma estátua em bronze idealizada pela escultora Christina Motta e instalada na orla da praia de Ipanema, bairro da Zona Sul do Rio de Janeiro (RJ)
 


O local fica no início da Avenida Vieira Souto, próximo ao Arpoador. Os primeiros admiradores viram a escultura ao som do sexteto Terra Brasilis (chamado especialmente para a ocasião pela família do cantor e compositor), durante cerimônia na qual o maestro recebeu a homenagem há exatos vinte anos após morrer em Nova York, nos Estados Unidos, vítima de infarto em consequência do combate a um câncer.
Garota de Ipanema

A praia escolhida para colocação da obra não poderia ser mais emblemática, já que é o cenário de uma das músicas mais consagradas de Tom Jobim, Garota de Ipanema. “Escolhi fazer o Tom bonito, quando ele estava no auge, nos anos 1960. A foto que usei como base é bem significativa, pois ele e Vinícius de Moraes tinham acabado de fazer uma apresentação sinfônica em Brasília”, declarou Christina Motta. 

 O filho Paulo Jobim comentou que o pai “era um menino do Arpoador”, onde “adorava vir pescar e pegar ‘jacaré'”, emendou Paulo. “Achei lindo, muito simpática essa figura carregando o violão”. Ana Jobim também aprovou a representação do ex-marido.“Retrata bem ele nos anos 1960 e a inauguração nesse dia lindo é perfeita”, observou. “Também gostei do violão, que era uma marca dele, como o piano”.

Grammy de 1964

Além de Garota de Ipanema, com a qual faturou o Grammy de 1964 de Música do Ano, derrotando The Beatles, Rolling Stones e Elvis Presley, Antônio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim, nascido carioca em 25 de janeiro de 1927 compôs entre outros sucessos Samba do Avião, Águas de Março, Chega de Saudade, Waves, Caminhos Cruzados, Passarim, e Eu sei que vou te amar. Garota de Ipanema e Samba do Avião são consideradas até hoje símbolos do Rio de Janeiro. 

Tom também se destacava como exímio arranjador e juntou-se a João Gilberto e a Vinícius de Moraes para criar a Bossa Nova. “Ele ficou conhecido internacionalmente pela bossa nova, mas Tom passa por modinha, choro, baião”, opinou o jornalista Antônio Carlos Miguel . “Ele foi um grande retratista do Rio, enfim o gênio que a gente sabe”, completou Miguel.

Drummond


A estátua de tom Jobim fará companhia e de outro monstro sagrado da arte brasileira, Carlos Drummond de Andrade. A estátua do poeta mineiro foi uma homenagem da cidade do Rio de Janeiro ao Centenário a um dos maiores nomes da cultura nacional. Obra em bronze mais famosa do artista, instalada no calçadão de Copacabana, nas imediações do Posto, exerce um verdadeiro fascínio e,quem passa por ali, já se acostumou com a silhueta de um velhinho que desde que ali chegou, em de 30 de outubro de 2002, nunca mais abandonou a postura circunspecta e contemplativa.

Carlos Drummond de Andrade, ali imortalizado pelas mãos do mineiro Leo Santana, foi lavrado com tal maestria que hoje é um verdadeiro chamariz de turistas, sendo o segundo monumento público mais visitado da cidade, perdendo apenas para o Cristo Redentor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!