Construção - Reforma - Manutenção

Construção - Reforma - Manutenção
Clientes encantados é a nossa meta!

sábado, 22 de novembro de 2014

Vinte anos após o seu lançamento, elenco de 'Um Sonho de Liberdade' se reúne para assistir ao lendário filme




Os atores e equipe de produção se reuniram para assistir ao premiadíssimo filme, indicado a 7 Oscars e que estreou há 20 anos alcançando grande sucesso


Para celebrar a estreia do filme, os atores e a equipe de produção se reuniram no Samuel Goldwyn Theater em Beverlly Hills para assistir ao filme e lembrar de momentos da gravação.
 

De acordo com o The Hollywood Repórter, Morgan Freeman (indicado a Oscar de melhor ator pelo filme) contou que aceitou o papel sem saber qual seria seu personagem. Lançado em 1994, o filme conta a história de Andy (Tim Robbins) que é acusado pela morte de sua mulher e do amante dela.

Revelando detalhes curiosos do filme, Tim Robbins contou que a cena em que seu personagem escapa da prisão e cai direto no esgoto foi realmente gravada com cocô, só que de vaca.

O filme

Em 1946, Andy Dufresne (Tim Robbins), um jovem e bem sucedido banqueiro, tem a sua vida radicalmente modificada ao ser condenado por um crime que nunca cometeu, o homicídio de sua esposa e do amante dela. Ele é mandado para uma prisão que é o pesadelo de qualquer detento, a Penitenciária Estadual de Shawshank, no Maine. Lá ele irá cumprir a pena perpétua. Andy logo será apresentado a Warden Norton (Bob Gunton), o corrupto e cruel agente penitenciário, que usa a Bíblia como arma de controle e ao Capitão Byron Hadley (Clancy Brown) que trata os internos como animais. Andy faz amizade com Ellis Boyd Redding (Morgan Freeman), um prisioneiro que cumpre pena há 20 anos e controla o mercado negro da instituição.

Dirigido com competência por Frank Darabont, “Um Sonho de Liberdade” prende a atenção do espectador desde seus primeiros minutos, quando acompanhamos o julgamento de Andy ao mesmo tempo em que vemos os momentos prévios ao crime. Acertadamente, por um bom tempo a narrativa não esclarece se ele de fato matou ou não a esposa e o amante, encerrando o flashback segundos depois de ele descer do carro. Por isso, e também pelo jeito reservado de Andy, carregamos esta dúvida até o momento em que Tommy (Gil Bellows) conta a história verdadeira, já próximo ao terceiro ato. 

Ainda assim, criamos empatia pelo personagem, talvez pelo seu comportamento na prisão, por ele ser perseguido inicialmente e, principalmente, pela empatia com Red. Aliás, é curioso notar como quando “Um Sonho de Liberdade” tem início e vemos Andy indo para a prisão, mantemos uma pequena esperança de que ele seja inocente e consiga sair de lá. Mas, com o passar do tempo, passamos a desistir desta ideia, até por causa de pequenos momentos que esvaziam esta possibilidade, como as risadas de Andy e Red ao falarem sobre o martelo. E quando já não esperamos mais pela fuga, Andy surpreende a todos e o impacto é muito maior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!