terça-feira, 7 de outubro de 2014

Conselho Britânico determina a retirada de obra de cunho racista da cidade de Clacton


Imagem foi apagada por exibir conteúdo racista e ofensivo, segundo conselho (Reprodução/Banksy.co.uk)



Com mensagem claramente racista e discriminatória, obra de Banksy é apagada por ordem do Conselho Britânico. A imagem exibe quatro pombos segurando cartazes onde um deles diz "volte para a África” e um outro “Imigrantes não são bem vindos”
 

Um mural pintado por Banksy, que mostra pombos segurando placas de protesto contra imigrantes, foi apagado por um conselho britânico, que recebeu reclamações de que a obra seria racista. Na imagem, pintada na cidade de Clacton, no sul da Inglaterra, quatro pombos seguram cartazes, entre eles um que diz “volte para a África”, apontados para uma ave verde.

Em entrevista ao Telegraph, representantes do conselho de Tendring afirmaram desconhecer a origem da obra, e convidaram o artista a fazer outro mural na cidade. Banksy, que permanece anônimo, ficou conhecido por pintar nas ruas mensagens de cunho político e social.

Sem se preocupar com a repercussão, o artista continua a exibir a imagem no seu site. Banksy é sobejamente conhecido por seus comentários sociais irônicos com grafites, além de pinturas em estêncil em espaços públicos e propriedades particulares em todo o mundo.

Com a exposição internacional do seu nome, Banksy, cujo nome verdadeiro ainda não é conhecido, já teve arte de rua que alcançou a cifra de 1 milhão de dólares. Com a decisão do Conselho Britânico, espera-se que as obras do artista atinjam valores ainda mais expressivos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após análise.
Obrigado!